Servidor ligado a Silval também recebeu dinheiro

Valdecir Cardoso foi responsável por instalar a câmera que gravou deputados e ex-deputados recebendo valores supostamente de propina

Silvio César teria transferido R$ 30 mil ao servidor (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O servidor da Assembleia Legislativa Valdecir Cardoso consta entre os possíveis recebedores de valores desviados do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT). Três transferências, de R$ 10 mil cada, feitas pelo chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa, Silvio Cesar Correia Araújo, aparecem na denúncia feita pelo Ministério Público Estadual (MPE) na Operação Bereré.

Valdecir foi o responsável por instalar a câmera que filmou a “procissão” de deputados e ex-deputados recebendo maços de dinheiro no gabinete de Silvio – os vídeos constam na delação premiada fechada por ele com a Procuradoria Geral da República (PGR). O MPE afirma que ele esteve lotado em cargo ligado ao deputado Mauro Savi (DEM), apontado como um dos líderes da corrupção no Detran-MT.

Silvio e Silval estão entre as 58 pessoas denunciadas pelo MPE por suposta participação nos desvios do Detran-MT. Cerca de R$ 30 milhões teriam sido subtraídos de um contrato do órgão com a empresa EIG Mercados Ltda.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDupla é presa por tráfico na Unemat, agressão e ameaça a policial
Próximo artigoAdolescentes ameaçam de morte agente penitenciário em Barra do Garças

O LIVRE ADS