Sequência de O Retorno de Mary Poppins pode abordar temas LGBT

Temática teria a ver com situações de crise

(Foto: Reprodução/O Livre)

Enquanto a Disney ainda não decide se fará uma nova sequência para a franquia Mary Poppins, o diretor Gary Marshall já sonha com a possibilidade de retornar para esse universo mágico.

Em entrevista ao The Advocate, Marshall simplesmente adorou a ideia de ver um filme da série abordando temáticas LGBT.

“Por favor, Senhor. Isso é exatamente o que deveria estar acontecendo. Eu sempre sou tão consciente disso, sendo um homem gay eu mesmo. Quero dizer, o nosso filme acontece nos anos 30. Se a sequência fosse produzida, é exatamente o que deveria abordar. Eu entendo tão profundamente como é estar nas margens da sociedade e não sentir que você é digno. E eu vou dizer que esse tipo de paixão para explorar a aceitação na vida é algo que é muito importante. E, sim, eu abordaria isto, com certeza.”

O diretor acha pertinente tratar de temas difíceis na franquia, pois Mary Poppins sempre surge quando os desafios são intensos, como no caso da era da Grande Depressão, tema do novo filme:

“Minha intenção era criar um filme profundo que lida com a perda, não apenas de um membro da família, mas também a perda de admiração e alegria na vida de alguém. Eu queria enraizar isso em um lugar real. É por isso que Jane trabalha pelos direitos dos trabalhadores. Esta é a década de 30, a era da Depressão, quando foi a grande queda. Havia uma tristeza no mundo e Mary Poppins precisava voltar.”

O Retorno de Mary Poppins chegará em home video ainda nesse mês nas lojas brasileiras.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.