Sepulturas de cemitério são violadas e ladrões levam ossos de falecidos

Caso aconteceu no Cemitério Passagem da Conceição, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O cemitério Passagem da Conceição, localizado no bairro de mesmo nome, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), foi palco de um crime atípico nesta semana. Duas sepulturas foram violadas e os ossos dos mortos foram roubados.

O zelador do local percebeu a violação na manhã da quinta-feira (6), quando chegou para trabalhar. O crime foi cometido durante a madrugada do dia anterior, visto que não há ninguém trabalhando no período noturno.

A polícia foi informada nessa sexta-feira (7). O zelador contou sobre a violação e o roubo dos ossos de duas sepulturas. Disse ainda que os suspeitos não foram identificados.

No mesmo dia, as famílias cujos entes queridos tiveram os ossos roubados foram avisadas. O neto de uma das vítimas registrou um boletim de ocorrência contando que a avó, que faleceu em fevereiro de 2006, foi uma das pessoas que teve os restos mortais roubados.

O caso foi registrado como violação de sepultura.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIpea propõe investimento para manutenção emergencial de rodovias
Próximo artigoAuxílio de R$ 1 mil seria única renda para 400 guias de turismo, diz Singtur