Senar-MT mais de 5 mil atendimentos no programa de Equoterapia em 2018

Além disso, também realizou 23 treinamentos para capacitar pessoas para atuar nesta área

Foto: Assessoria

Quando ela vê o cavalo abre um largo sorriso. Essa é a Maria Vitória dos Santos Hauschild, de 9 anos, uma das pacientes do Polo de Equoterapia de Santo Antônio do Leverger. A mãe Maria Helena Rodrigo dos Santos Hauschild conta que depois que a filha começou a frequentar as sessões de equoterapia teve uma evolução muito grande. “Os movimentos da Maria Vitória eram muito limitados e ela não emitia nenhum som. Agora movimenta bem os braços consegue dizer mamãe”, comemora a mãe Maria Helena.

Em 2018, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) realizou 5.019 atendimentos para pessoas que fazem equoterapia em instituições das quais o Senar-MT é parceiro. Além disso, também realizou 23 treinamentos para capacitar pessoas para atuar nesta área.

A equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência, a equoterapia tem transformado a vida de muitas pessoas.

Em Paranatinga, o Sindicato Rural e os parceiros desenvolvem um projeto que atende mais de 20 pessoas. “Para 2019 vamos ter umas trilhas no meio de um bosque para deixar as sessões ainda mais interessantes”, conta o presidente do Sindicato Rural de Paranatinga, Thomas Paschoal. Ele conta que este projeto é um sonho realizado.

kits fornecidos pela parceria estabelecida com o Senar-MT são primordiais para o sucesso e a evolução no tratamento de cada paciente. Além de segurança, são equipamentos que proporcionam mais conforto para o paciente, o que também melhora a qualidade do serviço prestado. O resultado do trabalho só é bom quando há sinergia entre o animal, os profissionais e o paciente. E para isso é preciso ter segurança e conforto.

Caroline Rodrigues Ferreira, de 19 anos, frequenta a equoterapia desde criança. Ela conta animada que adora andar a cavalo. “Tem dias que não gosto muito de fazer os alongamentos, mas gosto quando o cavalo anda mais rápido”, diz com satisfação. O pai Claudomiro Rodrigues Ferreira, se diverte com a fala da filha e acrescenta que não gosta de faltar às sessões. “A cada semana percebemos a evolução nos movimentos e, até mesmo, no comportamento. Ela fica mais ativa e alegre depois das sessões”.

EQUOTERAPIA

No Senar-MT, o programa de Equoterapia tem como objetivo apoiar financeiramente, instituições consolidadas que executam atendimentos gratuitos para a população carente. A instituição contribui financeiramente com o valor total de R$ 36.000, que é dividido em 12 pagamentos, conforme análise da execução mensal do programa.  Além disso, fornece um kit de equoterapia para novos parceiros composto de seis mantas, três selas australiana, seis capacetes hípicos e a capacitação para os parceiros.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMaduro discursa para apoiadores e critica ajuda humanitária
Próximo artigoLadrões invadem aeroporto para roubar avião, não conseguem ligá-lo e precisam fugir