Senado tenta barrar Selma no Comitê de Ética

Apelidada de Moro de Saias, ela teve o mandato cassado pelo TRE-MT

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Colegas da senadora mato-grossense Selma Arruda (PSL-MT), que recebeu o apelido de “Moro de Saias”, tentam barrar a nomeação dela para o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa.

Selma teve o mandato cassado pelo Tribunal Eleitoral de Mato Grosso (TER-MT), por abuso de poder econômico durante a campanha eleitoral.

Conforme a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, a Presidência do Senado recebeu um requerimento pedindo a suspensão da nomeação da senadora. O documento é assinado pela socióloga Giselle Agnelli e pelas publicitárias Roseli Machado e Regina Aparecida de Souza.

Procurada pela coluna, Selma não quis comentar o assunto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Essas alterações motivadas por revoluções sem sentido – lembram da primavera árabe, criticada por não ter ambição de mudança, apenas de alívio de stress de cultura estrangeira? Essa alteração de estabilidade de servidor, previdência futurista (aquele 6 por meia dúzia, só pra melhorar momentaneamente o índice da bolsa de valores nacional), Sinval, etc é mais uma conversa pra boi dormir, liga da justiça não está dando conta do recado, a verdade é esta, fake news prolifera mais que barata, também!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRicardo Almeida deixa o TRE
Próximo artigoDestinos econômicos para aproveitar a neve