Senado aprova texto principal da MP do Repetro com ajuste em prazo de incentivo

Sob protesto da oposição, o Senado aprovou nesta terça-feira, 12, a Medida Provisória (MP) 795, que trata da extensão do regime fiscal aduaneiro Repetro. O texto, porém, foi modificado em relação ao que havia sido aprovado na Câmara e, com isso, terá de passar por nova análise dos deputados. O problema é que a MP caduca na próxima sexta-feira, dia 15. Caso não seja votada até lá novamente, perderá a validade.

O principal argumento da oposição é de que a MP acarreta em um prejuízo de R$ 1 trilhão aos cofres públicos. O texto permite a importação de equipamentos, principalmente plataformas, com isenção fiscal. O valor do prejuízo é estimado sobre a redução da receita tributária com o IRPJ e a CSLL. Segundo cálculos da consultoria legislativa da Câmara, para o ano de 2018, a renúncia de receita estimada com a medida seria de R$ 11,14 bilhões.

“Essa medida provisória é a oficialização de um assalto aos cofres públicos nacionais”, afirmou o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ).

A MP, publicada em agosto, altera regras de taxação do setor, inclusive as que desoneram investimentos. Segundo as empresas, o Repetro torna a produção de petróleo viável no Brasil, dado o alto nível de tributação no País. A oposição sustentou que o governo Michel Temer está fazendo concessões a quem não precisa – as gigantes globais do petróleo.

Por meio do Repetro, as petroleiras afretam plataformas e adquirem equipamentos. A MP que prorrogou o regime especial de tributação foi aprovada em comissão especial em outubro, pouco antes do leilão do pré-sal.

Emenda

Para conseguir aprovar o texto da MP no Senado, o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), apresentou uma emenda ao texto que retira artigo que previa a extensão do incentivo fiscal até 2040. Assim, volta a valer o prazo inicialmente previsto na MP, de cinco anos.

Segundo Jucá, a alteração é necessária para ajustar o texto ao que prevê a Lei de Orçamentária Anual.

(Com Agência Estado)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInterceptações telefônicas mostram suposta ameaça a servidor da Sefaz
Próximo artigoFAB lança paraquedistas em busca de família e avião desaparecidos