Semana do Cavalo movimenta R$ 5 milhões em negócios

Em sua 6ª edição, a Semana do Cavalo movimentou mais de R$ 5 milhões em negócios durante os sete dias de evento, gerando mais de 500 empregos, em Cuiabá. Idealizada pelos irmãos Marcus e Caê Póvoas, o objetivo da Semana é fomentar o mercado equestre, qualificando a mão de obra e fortalecendo a cultura regional.

Só de público, foram mais de 40 mil pessoas que circularam entre os dias 25 de maio a 02 de junho, no Haras Twin Brothers, e conferiram os shows da dupla Jads e Jadson e Felipe Araújo. Já os competidores somaram 500 de todo o Brasil, que disputaram em diversas modalidades, com 600 cavalos. Além das competições, a edição contou também com quatro leilões.

Para Marcus Póvoas, o apoio da lei 5798/2014, criada pelo ex-vereador Faissal Calil (PV) em 2014, que inclui a Semana do Cavalo na agenda cultural de capital foi fundamental para o sucesso do evento .“Essa lei é fundamental para o fortalecimento da equinocultura aqui no estado, pois, foi através dela, que o evento conseguiu alcançar patamares e ser conhecido nacionalmente”, diz.

Marcus destaca que a lei fortaleceu laços sociais de extrema importância, como a equoterapia, e a geração de empregos e renda, que movimenta agricultura e a pecuária de Mato Grosso. Ele cita ainda o convênio do haras com a Prefeitura de Cuiabá, que dá aulas de equoterapia com a finalidade de tratar crianças com deficiência mental e motora.

Para Faissal Calil, a inclusão desse evento na agenda cultural do munícipio foi de total importância para o crescimento da economia da capital, gerando empregos diretos e indiretos. “Os donos do haras me procuraram quando eu ainda era vereador para ajudá-los na realização da Semana do Cavalo. O objetivo era divulgar o trabalho realizado e também promover o leilão de cavalo, tornando Cuiabá o centro das atenções em nível estadual no que tange a comercialização destes animais”, afirma.

Calil também explicou que ao incluir o evento no calendário, voltou os holofotes para a capital, trazendo criadores do estado inteiro para comercializarem durante o evento. “Aí está a importância da inclusão no calendário, pois faça chuva ou faça sol, os criadores sabem que no final de maio acontecerá a Semana do Cavalo em Cuiabá, tendo o tempo suficiente para se prepararem, e também, para expor e vender seus produtos”, finaliza.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS