Sema alerta produtores rurais do Pantanal

Maquinários não devem ser usados no período mais quente do dia

Foto: (Secom/Marcos Vergueiro)

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) orienta que durante o período de estiagem, que vai até o mês de outubro, não se opere maquinário em áreas rurais entre as 10h e 15h. Neste período do dia há risco de se provocar um incêndio, que pode tomar grandes proporções pela baixa umidade.

O primeiro incêndio de grande proporção deste ano no Pantanal, que já foi controlado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, começou no último sábado (07) por conta de um acidente em um maquinário, em uma área particular.

“Reforçamos que não executem nenhuma ação com maquinários, mesmo que seja uma ação importante, como o caso de aceiros mecânicos, durante o período mais crítico de calor do dia pois o risco de acidentes é grande. Um incêndio causa a necessidade de uma intervenção grande do poder público, um prejuízo enorme aos particulares e ao meio ambiente”, explica a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

Foram atingidos pelo fogo cerca de 2 mil hectares, e empregados recursos e equipes que trabalharam 24 horas durante quase uma semana para conter as chamas, por meio da Operação Guardiões do Pantanal.

O Estado instalou um Posto de Comando provisório para coordenar as ações no local. Foram utilizadas duas aeronaves para lançar água, maquinários para aceiros mecânicos, caminhão pipa, camionetes, e acessórios de combate ao fogo, com a cooperação e apoio de particulares.

Período proibitivo do fogo

Em Mato Grosso, o período proibitivo do fogo vai do dia 1º de julho até 30 de outubro. Com o decreto nº 938/2021, fica proibida qualquer atividade de limpeza de pastagem com o uso do fogo nas áreas rurais. O uso do fogo em áreas urbanas é proibido o ano todo.

(Informações da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOrganização criminosa: Justiça condena 7 por tráfico em Juína
Próximo artigoLombadas: Prefeitura de Cuiabá vai contratar empresa para retirar as clandestinas