Sem risco para Carvalho

Deputado Eduardo Botelho disse que não vê risco de implicação do chefe da Casa Civil em investigação sobre propina

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), disse que não vê risco ao chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, na investigação sobre pagamento de suposta propina ao ex-secretário-adjunto Wanderson Jesus Nunes. 

Ao comentar o assunto nessa segunda-feira (28), Botelho afirmou que “o governo de Mauro Mendes é muito justo”, mas a administração é realizada por pessoas e portanto há sempre o risco de desvio de função. 

“O governador já falou que esse é um assunto para a polícia investigar e não vejo problema nenhum nisso para o secretário, porque o fato aconteceu na Casa Civil”, afirmou. 

Wanderson Jesus Nunes era ordenador de despesas na Casa Civil desde 2019 e foi preso em flagrante, na semana passada, com R$ 20 mil em dinheiro, provenientes de suposta propina por facilitação de concorrência à empresa TMF Construções e Serviços. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRedes de ensino estão preparadas para a volta às aulas, diz estudo do TCE
Próximo artigoAuditoria em um contrato