Sem polêmica com a vacina

Governador Mauro Mendes disse que Mato Grosso terá dinheiro para a compra, mas que quem decide isso é o governo federal

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O governador Mauro Mendes disse nesta quarta-feira (28) que não vai passar à frente do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre a compra da vacina contra a covid-19. 

Para ele, a decisão de comprar ou não a CoronaVac, produzida pela China, já é bastante polêmica na discussão entre o governador de São Paulo, João Doria, e Bolsonaro. 

“Eu não vou entrar nessa polêmica. O Ministério da Saúde está conduzindo esse assunto e o governo federal dispôs a comprar doses. Se ele [presidente Bolsonaro] não comprar, Mato Grosso vai ter dinheiro, sim, para comprar vacina. Mas é o governo federal quem vai decidir”, disse. 

Mendes disse que continua com a palavra do ministro Eduardo Pazuello, de que os Estados devem começar a receber a vacina em janeiro de 2021, para a imunização de grupos prioritários. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDecreto de Bolsonaro abre espaço para que iniciativa privada trabalhe junto ao SUS
Próximo artigoMulher é denunciada por racismo contra caixa de posto de combustível: “trabalhe em zoológico”