Sem crise, mas com tensão

Deputado Eduardo Botelho (DEM) diz que relação com o presidente da Assembleia, Max Russi, não está abalada

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Primeiro-secretário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, o deputado Eduardo Botelho (DEM) negou que exista crise com o presidente Max Russi (PSB). Ele disse que a relação entre eles segue estável, mesmo com a possibilidade de a composição da Mesa Diretora mudar. 

“Não existe nenhuma guerra entre a gente, isso é mentira. O Max está procurando o direito, o que eu acho justo, e eu não espero que o julgamento do STF (Supremo Tribunal Federal) vá mudar, não estou contando com isso”, afirmou. 

O atrito teria surgido após o ministro Gilmar Mendes votar pela recondução da chapa que elegeu Botelho presidente ao comando da Assembleia. Max Russi, teria conseguido influenciar o andamento do processo Supremo, com o pedido de vista feito, esta semana, por Gilmar. 

O empresário Eraí Maggi, amigo do ministro, teria intermediado a conversa. Ao comentar o assunto, Botelho disse acreditar que os deputados de Mato Grosso são “pequenos demais” para conseguir esse feito. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorIncêndio florestal em Nobres já consumiu 6 mil hectares e avança
Próximo artigoAcha o trânsito de Cuiabá ruim? Pesquisadores colhem dados para projetar os próximos 10 anos