Sem burocracia de importação Tesla chega a concessionária de Cuiabá

O futuro da indústria automobilística em Cuiabá já chegou, é o fim da espera e da burocracia aduaneira.

Com investimentos pesados na aquisição de carros elétricos da Tesla, os mato-grossenses podem vislumbrar as versões 2021 do Model 3 e do Model Y, da Tesla, a marca mais conhecida e respeitada  quando o assunto é carro elétrico. Ambos os modelos já podem ser conferidos, apreciados e testados na Rivenditori.

“É o fim da espera pelas versões mais modernas, famosas e desejadas do planeta. Ter o Zero KM da Tesla a disposição se traduz em zerar os burocráticos trâmites de importação que de certa forma significava impedimento na aquisição. Encurtar essa espera e possibilitar a compra imediata é um grande avanço para o segmento de carros de luxo em Cuiabá”, avalia Rosi Cidram, gestora da Rivenditori.

A gestora destaca que ter os carros a disposição atende uma demanda principalmente do interior de Mato Grosso. “É impressionante a escalada de interesse pelas novas versões do Tesla, os carros elétricos despertaram o interesse em especial de quem é do Agronegócio”, aponta.  Além de representar a chegada do futuro com modelos elétricos mais modernos, a Tesla significa categoria, segurança e tecnologia de ponta, com itens especialíssimos em cada modelo.

O Tesla Model 3 é impressionante, nele credita-se uma experiência única dos veículos da marca, sem o ruído ou alguns dos artifícios presentes em versões anteriores. Em seus muitos desempenhos têm um forte poder de aceleração e autonomia da bateria, entre esses elementos o Model 3 tem a capacidade de ir dos 0 aos 100km/h em pouco mais de 4 segundos e uma autonomia de bateria que ronda os 600km.

Agora a grande estrela o Model Y da Tesla tem uma potência extra superior e desempenho surpreendente vai a 100 km/h em 3,7 segundos e chega a 244 km/h. E vai além, tem uma receita de sucesso, conquista de vez por oferecer ainda a funcionalidade de um SUV com 7 lugares e o desempenho de esportivo, com preço atraente. A arquitetura da suspensão é independente nas quatro rodas, com estrutura de alumínio. Uma característica comum a todos os Tesla.

“A capital do Agronegócio começa a atender de fato todas as necessidades e tendências de mercado quando o assunto é o setor de automobilismo, a Rivenditori veio para preencher esta lacuna e se aproxima cada vez mais em atender com excelência em todos os eixos, desde a comercialização de carros 0 km, semi-novo de luxo e estética automotiva, estamos prontos para surpreender”, define Amir Maluf, proprietário da Rivenditori.

Ainda de acordo com o empresário, o Centro Automotivo se tornou de forma rápida uma grande referência para todo o Estado de Mato Grosso e até mesmo para alguns Estados vizinhos. “A Rivenditori resolveu uma equação importante do segmento e viabilizou a logística, não é necessário mais adquirir veículos de luxo no eixo Rio-São Paulo, encurtamos essa distância principalmente para as regiões mais distantes de Mato Grosso, na pratica isso se converte em mais fechamento de negócios, mais oportunidades e incremento financeiro em nossa terra”, finaliza Amir Maluf.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

5 COMENTÁRIOS

  1. O problema de verdade vocês não abordaram, esse carro não era para ser de luxo. O brasil é um atraso! O dia que um tesla custa no máximo 100.000 reais estamos falando de algo realmente bom. Mas admiro mesmo assim o pioneirismo dessa empresa em trazer a marca ao Brasil.

  2. Tesla a 100 mil no máximo? Glauco… Gol 77 mil, argo 70 mil, Onixe80 mil, Saveiro 102 mil, Strada 98 mil, cara os populares já estão nessa faixa de preço… Um carro extremamente tecnológico e que vai te fazer economizar muito combustível… Não tem como ser barato amigo… Poderia mas não tem como…

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVendas do comércio voltam a ficar acima do patamar pré-pandemia
Próximo artigo“Protocolos permitem segurança para realizar Copa América”, diz Queiroga