Selma e o amparo de Taques

O governador garantiu que a juíza aposentada não ficará sem escolta policial

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O governador Pedro Taques (PSDB) garantiu que a juíza aposentada e pré-candidata ao Senado, Selma Arruda (PSL), não ficará desamparada. Segundo fonte do Palácio Paiaguás, solidário à situação de Selma, o tucano prometeu que, caso o Poder Judiciário não acate o recurso da pré-candidata e suspenda definitivamente sua escolta armada, sua segurança será feita pelo Estado.

O governador, assim como Selma, foi candidato ao Senado assim que deixou o Ministério Público Federal e contou com escolta policial cedida pelo Estado ao longo de toda a campanha, devido ao risco que enfrentava pelas decisões que tomou no exercício do cargo de procurador federal.

Mesmo que, possivelmente, estejam em palanques opostos nas eleições deste ano, Taques tomou a decisão como governador e não como adversário político.

No último dia 21, a Comissão de Segurança do Tribunal de Justiça decidiu suspender o benefício da juíza aposentada sob o argumento de que não existem mais ameaças reais identificadas contra sua vida e de sua família e de que tem descumprido o protocolo de segurança, uma vez que, como pré-candidata, tem frequentado lugares com grande aglomeração de pessoas.

No dia que sua segurança deveria ser desmontada, no entanto, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Rui Ramos, determinou a manutenção da escolta até a próxima reunião da comissão, que deve ser realizada em junho.

“Como magistrada, eu tenho direito a escolta e, como cidadã, tenho direito de entrar na política. Não é justo que digam: ou você fica viva ou entra na política. Não é lógico. Essa decisão é equivocada e precisa ser revista”, já declarou a juíza aposentada.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMunicípios terão estudo aprofundado sobre saúde, segurança e educação
Próximo artigoEstão abertas inscrições para o Seminário sobre Meio Ambiente, Saúde e as Comunidades Indígenas

O LIVRE ADS