Selma chantageada

Senadora estaria com mandato em xeque por assinatura em CPI

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O mandado da senadora Selma Arruda (PSL) estaria sendo usado como motivo de chantagem para que ela retire sua assinatura da CPI da Lava Toga, que pretende investigar membros de Tribunais superiores do país.

A informação é do site O Antagonista. Segundo a publicação, a mato-grossense teria sido ameaçada: se não retirar a assinatura, terá a cassação do mandato confirmada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Leia também

Selma foi cassada à unanimidade pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) no dia 10 de abril. A acusação é de caixa 2 e abuso de poder econômico durante a eleição de 2018.

Em julho, o TRE-MT chegou a acolher em parte o recurso apresentado pela defesa de Selma. A decisão, entretanto, não alterou a situação em relação à perda do mandato. A senadora aguarda agora uma análise do caso pelo TSE.

Ao Antagonista, a assessoria de Selma Arruda disse que ela não vai comentar a suposta chantagem da qual estaria sendo vítima.