Selma: “ele disse que fui ingênua”

Presidente Jair Bolsonaro reagiu com uma “risadinha” ao saber que correligionária respondia processo eleitoral

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

“Ele disse que fui ingênua e deu uma risadinha”. Assim reagiu o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), quando soube que sua correligionária, a senadora – agora com o mandato cassado – Selma Arruda, respondia a um processo na Justiça Eleitoral.

A afirmação é da própria Selma, em entrevista concedida ao jornalista Vinícius Lemos, da BBC News Brasil. Na reportagem, publicada nesta quarta-feira (24), a ex-juíza diz ainda parecer “óbvio” pelo comentário do presidente que “ele entendeu que eu não tive vontade de fazer sacanagem”.

Selma, que sustenta não ter cometido irregularidades ao gastar – segundo o que consta no processo que tirou seu mandato – cerca de R$ 855 mil só na pré-campanha e sem declarar à Justiça Eleitoral, ainda se comparou a Bolsonaro. “Eu fiz mesmo foi uma trapalhada, mais parecida com ele que qualquer coisa”.

Condenada à perda do mandato e dos direitos políticos por 8 anos, a senadora também afirmou à BBC que tem evitado sair em público desde a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). Ela ainda pode e vai, segundo sua defesa, recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Uma decisão dessas é um baque. Já chorei, quase desidratei de tanto chorar”, disse e completou: “É terrível sentir vergonha de uma coisa que não fez. Então, tenho evitado me expor”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorUFMT promove show de talentos aberto a toda população
Próximo artigoPJC deflagra operação em busca de condenados por homicídio e estupro

O LIVRE ADS