Selma Arruda diz que seus eleitores não precisam votar nos candidatos aliados a ela

    A pré-candidata ao Senado pelo PSL firmou aliança com a chapa de Taques que é do PSDB

    (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

    Apesar de estar na mesma chapa do governador Pedro Taques (PSDB), que é pré-candidato à reeleição, a juíza aposentada e pré-candidata ao Senado pelo PSL, Selma Arruda, disse que seus prováveis eleitores não precisam votar nos candidatos a quem ela esteja aliada. Além do governador, também faz parte da coligação o deputado federal e pré-candidato à vaga de senador, Nilson Leitão (PSDB).

    A magistrada aposentada explicou que os eleitores que acreditam em seu projeto estão livres para escolha. “Aquele que acredita na Selma e não acredita em A ou B que está na coligação, pode, perfeitamente, votar em outro governador, outro deputado federal ou outro senador”, disse, durante uma transmissão ao vivo na rede social Facebook.

    No vídeo, que até o meio da tarde desta quinta-feira (26) registrava mais de 3 mil visualizações, a pré-candidata ainda ressalta que é o sistema eleitoral quem obriga as siglas a se aliarem. Durante a transmissão ela também pede que não “pessoalizem” a aliança entre PSL e PSDB. “Não foi a Selma que se coligou. Quem se coligou foi o PSL. Quem se coliga é o partido, foi uma decisão tomada pelo colegiado”, detalhou.

    A explicação ocorreu três dias após a juíza aposentada firmar aliança com o partido de Taques. A justificativa se deu depois dela receber críticas, pelo fato de utilizar do discurso que não faria aliança com quem tivesse escândalos de corrupção.

    Ocorre que na atual gestão do governador Pedro Taques secretários estaduais foram presos acusados de corrupção. Na administração dele foram registrados dois escândalos, que resultaram nas operações “Rêmora e Bereré”.  Quanto a Taques, Selma fez questão de dizer que o governador não é ficha suja nem mesmo processado.

    “Existem ai algumas investigações, como o caso da ‘grampolândia’. Existe algumas referências a pessoa dele no caso da Rêmora, mas isso ainda está em investigação. Então ele é absolutamente ficha limpa”, conforme resposta a um internauta.

     

    Use este espaço apenas para a comunicação de erros





    Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

    DEIXE SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Artigo anteriorDe olho no eleitor de esquerda, Wellington quer Lúdio de vice
    Próximo artigoPolícia apreende mais de 30 kg de pescado irregular em chácara próximo a Cuiabá