Seis rambos?

Ministério da Justiça “reforça” segurança da fronteira de MT com a Bolívia

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O ministro da Justiça Sérgio Moro autorizou na terça-feira (3) o emprego da Força Nacional de Segurança Pública no combate à criminalidade na região de fronteira de Mato Grosso.

Serão enviados para o Estado seis – sim, seis! – policiais civis da Força Nacional para Cáceres.

Eles vão trabalhar por 180 dias dentro da Delegacia Especial de Fronteira, ajudando a concluir inquéritos já em andamento.

O “reforço” equivale a um policial para cada quase 164 quilômetros da fronteira de Mato Grosso com a Bolívia.

A medida faz parte da Operação Vigia que teve início em junho. Na época, o Ministério da Justiça, por meio da Secretaria de Operações Integradas, já havia anunciado que mandaria policiais.

No lugar disso, no entanto, preferiu transferir dinheiro para o governo de Mato Grosso pagar diárias para policiais do Estado serem transferidos para a região de fronteira.

Também se chegou a falar em um investimento de R$ 1 milhão em equipamentos para reforçar essa segurança, mas o recurso não chegou até agora.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS