Seis atitudes simples que fazem um casamento durar

É um desafio encontrar histórias de amor que durem uma vida; veja dicas

Parece que hoje o sonho do casamento está mais distante na cabeça e nos corações das novas gerações. Com tantas histórias de casamentos fracassados ou interrompidos por diversas motivações, é um belo desafio encontrar histórias de amor que durem toda a eternidade de uma vida inteira.

Entretanto, ainda assim, muitos casais até mesmo jovens decidem partir para o compromisso mais sério de um relacionamento: o casamento. Como é de se imaginar, muitos sabem que casamento não é fácil e é preciso aprender a ceder, respeitar e compreender para que nada dê margem para sentimentos ruins.

Logo, existem sim alguns macetes para deixar o casamento mais confortável e livre de paranoias. Casais fortes envelhecem juntos e passam reto a infelicidade laboriosa de um processo de divórcio. Como ninguém casa pensando em se separar, listamos seis pequenas atitudes que fazem toda a diferença em um casamento.

Respeitem o espaço um do outro

Um casamento deve ser pautado na segurança. A insegurança sempre traz problemas evidentes então se no namoro já havia muita desconfiança e paranoia, as chances do casamento dar certo são pequenas. Portanto, mesmo que a dor de uma traição seja inimaginável, é preciso ceder e respeitar o espaço do seu cônjuge.

Milhões de oportunidades para fazer algo juntos surgirão cotidianamente então caso os dois tenham algumas atividades de entretenimento que queriam fazer separados, não há motivo de ter problema. Seja uma reunião entre amigos, uma jogatina no videogame, um curso de maquiagem ou desenho, entre infinitas possibilidades, é bom dar um tempo para si mesmo. Além disso, é uma ótima oportunidade de novas coisas acontecerem motivando novas conversas.

Caso tenha filhos, evite brigas na frente deles

É praticamente um clichê, mas se é algo que persiste em tantas dicas de relacionamento, realmente tem um porquê bem objetivo de ser repassado adiante. Brigas são inevitáveis. Seja por coisas simples ou complexas, sempre tenha em mente que, caso tenha filhos, nunca discuta na frente deles.

A infância é um dos primeiros momentos para moldar a personalidade de uma pessoa, além de ser uma esponja muito suscetível à maus exemplos. Logo, evite brigar, xingar, gritar ou, no pior dos casos, agredir a pessoa que você ama. Coisas valiosas podem surgir de comportamentos brandos para resolver crises ou discordância, educando os pequenos a também controlarem seus próprios impulsos de raiva e indignação.

Afeto, afeto e afeto

Se até mesmo para os animais o toque de um carinho faz toda a diferença, o mesmo acontece conosco. Depois de anos juntos, nada mais natural que a relação esfrie, mas é preciso se atentar nas necessidades de afeto um do outro. Carinhos, beijos e abraços são ótimos para quebrar momentos de tensão, além de ser um ótimo aliviador de estresse.

Por isso, não deixe nunca de demonstrar afeto, elogiar, andar de mãos dadas e também preservar a vida sexual dentro do casamento. Isso, com tudo muito bem dosado, pode ser o segredo da felicidade de anos. O que nos leva para a próxima dica.

Namorar no casamento

Além de demonstrar afeto, é importante aproveitar bastante o casamento com dias de namoro. Caso ainda não tenham tido filhos ou nem pretendem ter, aproveitem o tempo livre para fazer programas a dois como um jantar romântico, um piquenique, uma visita ao teatro ou ao museu, se divertir em um parque, entre diversas outras possibilidades.

Isso também inclui programas de longo prazo. Se planejem para uma viagem para o exterior ou a algum lugar do Brasil que sempre quiseram conhecer. Tirar as férias juntos possibilita um monte de opções fantásticas para se divertir.

Reconhecer os pequenos gestos

A vida não é fácil e constantemente recebemos diversas agressões no dia a dia. É mesmo difícil não se abater com as coisas que acontecem no trabalho e acabar chegando desanimado e estressado em casa. Porém, também é possível que tenha uma pequena surpresa te aguardando assim que entrar na casa.

Logo, por mais abatido que esteja, tente reconhecer os pequenos gestos afetivos que seu cônjuge deixar pelo caminho. Seja um bilhetinho, chocolate, um jantar pronto ou até mesma na escolha de uma roupa que nitidamente teve mais atenção dedicada. Reconheça, elogie e aproveite. Isso faz uma grande diferença dentro de um relacionamento.

Esqueça o mistério da “pessoa certa”

É inevitável que as relações amorosas modernas sejam influenciadas por obras bastante românticas com livros e filmes hollywoodianos de amores impossíveis, repletos de emoção e intensidade onde tudo parece perfeito para dar certo. Realmente, na arte, tudo pode parecer perfeito, afinal há uma pessoa escrevendo e decidindo a história pelos dois personagens.

Porém, como na vida real os personagens de um casamento são independentes e que podem mudar muito ao longo da relação, fica mais difícil ainda ter a famosa e famigerada “certeza da pessoa certa”.

Se você chegou a um ponto no qual decidiu se casar com quem está e que ama profundamente a pessoa, qualquer questionamento dessa natureza, seja de si próprio ou vindo de amigos que não respeitam muito bem sua privacidade, só lhe trará enormes inseguranças, distanciamento e frieza na relação.

Um casamento é feito da vontade, da confiança e do amor. Para que ele dure e seja realmente algo valioso que mudou profundamente a vida de ambos, é preciso ter tudo isso. Vontade para sempre deixar a relação fresca e jovial. Confiança para fortalecer o elo da lealdade na amizade e no casamento. E, por fim, amor que é a base para tudo florescer e dar certo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRinha de galos é fechada, um homem é preso e diz: “esse esporte não vai acabar”
Próximo artigoCoronavírus: um caso descartado