Seguranças de shopping são acusados de truculência contra criança que vendia rifa

Segurança teria xingado a criança e rasgado a rifa. O caso foi relatado por clientes em um grupo do Facebook

(Divulgação)

Frequentadores do Goiabeiras Shopping, em Cuiabá, estão divulgando uma situação vivida no mall no início da última segunda-feira (10). Uma criança vendendo uma rifa teria sido expulsa de forma truculenta pelos seguranças do local.

Uma mulher, que estava com as filhas na praça de alimentação no momento do ocorrido, fez uma publicação no grupo do Facebook “Aonde Não Ir em Cuiabá“. Segundo ela, o segurança tomou a rifa da mão do menino enquanto o xingava, rasgou os papeis e partiu para cima da criança.

“O menino ficou revoltado, eu também fiquei e filmei algumas partes da cena”, a mulher contou no grupo.

Ela e outros participantes do grupo lembraram que o Goiabeiras já possui histórico de casos de truculência contra pessoas humildes. Em setembro de 2009, um vendedor ambulante foi espancado até a morte dentro do shopping por seguranças.

“O shopping não aprendeu com fatos passados e não treina as pessoas para atuarem de forma educada e menos grosseira. As crianças ficaram chocadas com o comportamento do segurança. O menino apenas se defendeu”, afirmou a mulher em seu relato.

Ela contou que não pôde se levantar e ajudar, porque suas filhas também ficaram assustadas com a situação. Duas pessoas que também ficaram impressionadas com a atitude dos seguranças, no entanto, foram intervir. Elas compraram as rifas e ajudaram o menino.

“Não bastasse isso, o segurança saiu atrás do garoto esbravejando e ameaçando”, relatou a mulher.

Nos comentários, outra mulher relatou que, no domingo (9), viu uma cena parecida.

“Domingo, aconteceu isso comigo. Um menino entrou vendendo balas, estava molhado da chuva, o segurança deixou de me dar uma informação porque recebeu [uma informação]  no rádio que deveria barrar o menino. Cena triste”, relatou.

O que diz o Shopping?

Em nota, o Goiabeiras Shopping afirmou que repudia todo e qualquer ato violento ou discriminatório e que investe no treinamento de sua equipe para garantir a segurança e o conforto de seus clientes.

O Shopping disse, ainda, que todas as providências em relação ao assunto estão sendo tomadas junto à empresa terceirizada de segurança. E ressaltou que trabalha continuamente para que todos os clientes sempre se sintam acolhidos e bem-vindos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Coação e truculencia é Lamentavel. A Exploração Infantil conduzida e orientada por adultos sobre o pretexto de rifa e venda de produtos, é crime . Se houve falha do Shopping foi um fato isolado. A Exploração Infantil com rifa e venda de produtos em Cuiaba esta presente em todo comercio e locais publicos sem o devido cuidado do Conselho Tutelar e o Poder Público.

  2. Não é primeira vez que os seguranças deste shopping age com violência contra crianças ou qq desavisado cuja a aparência não combine com o tipo de frequentador que o shopping quer. Já assassinaram um vendedor ambulante que havia entrado no shopping para comprar ingressos de um show. Foram condenados e parece que a pena pecuniária não teve o efeito didático que o judiciário esperava, pois o shopping mantém a política classista, de exclusão através da violência dos seus seguranças. #ShoppingGoiabeiras NAO é um lugar para seres humanos frequentar. Seus seguranças, embora pobres, agem como animais e não o fazem por si, são orientados a repelir com violência o pobre que ousar botar os pés naquele lugar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCadeira de Ganha Tempo quebra e jovem leva o caso para a polícia
Próximo artigoGoverno de MT perde R$ 3 milhões com “sumiço” de medicamento para doenças raras

O LIVRE ADS