Segundo cientistas, a ave mais barulhenta do mundo é brasileira

Um título recordista para o Brasil

O ditado popular diz que o canto da Araponga se parece com o som de um martelo se chocando contra uma bigorna. E os cientistas mediram, o pássaro amazônico é, sim, o mais barulhento da natureza.

Pesquisadores descobriram que o volume atingem significativos 125 decibéis. Isso equivale ao som da sirene de uma ambulância em urgência.

O canto da araponga-da-Amazônia superou o pássaro mais ruidoso registrado até agora: o capitão-do-mato, também conhecidos como cri-crió, que atinge um máximo de 116 decibéis.

A araponga-da-Amazônia têm dois cantos: um é um pouco mais forte que o do cri-crió médio. O segundo, o canto menos comum, é duas vezes mais barulhento.

Imagine algo mais ruidoso que uma sirene de ambulância. E isso saindo de um pássaro do tamanho de uma pomba.

Mas as arapongas-da-Amazônia não são só ruidosas. Pesquisadores observaram estes pássaros cantando extremamente alto na cara das fêmea que pousaram em seu galho.

Os pesquisadores propuseram a hipótese de que as fêmeas estão dispostas a assumir os riscos para avaliar seus possíveis parceiros para reprodução.

Confira o canto do pássaro abaixo. Só não esqueça de antes diminuir o volume do seu computador.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS