“Secretários fechados”

Botelho diz que deputados encontram mais dificuldades com os secretários, do que com o governador Mauro Mendes

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), disse que não viu excesso em comentários do governador Mauro Mendes (DEM) a ações dos parlamentares, mas criticou nominalmente os secretários Gilberto Figueiredo (Saúde) e Rogério Gallo (Fazenda). 

Gilberto recebeu as críticas mais duras pelo “perfil fechado” que leva na condução da SES. Botelho disse que ele não ouve deputados, mesmo quando o dinheiro para serviços parte do orçamento da Assembleia. 

“Mas, olha, é impressionante o quanto esse secretário coloca dificuldade. Ele só tem o jeito dele, só administra pela cabeça dele e não adianta você insistir. E não é pra fazer alguma coisa por mim, é por obra com recurso que a Assembleia abriu mão”, disse. 

“Já o secretário Gallo é bom naquilo que faz, mas só atende quando é do interesse dele. Se ele não quer discutir um assunto, ele nem atender telefone o faz. Os parlamentares têm muitas dificuldades com esses dois secretários”, completou. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAlexandre Borges larga tudo e vai morar com a mãe, que tem Alzheimer: “Cuidar de quem nos cuidou”
Próximo artigoReprovação mantida