Secretário de Educação de Cuiabá pede exoneração após ser alvo da Operação Overlap

Secretário afirmou que vai se dedicar à sua defesa e quer deixar prefeito livre para tomar medidas que apurem de forma administrativa as suspeitas da Polícia Civil

(Foto: Jorge Pinho/ Assessoria)

Afastado na manhã desta terça-feira (23), após ser alvo da Operação Overlap, o secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos, pediu exoneração.

Alex é advogado e empresário e é investigado por supostamente beneficiar sua própria empresa em uma obra da Secretaria Municipal de Educação, em 2017. A Polícia Civil, que deflagrou a operação, alega existência de indícios de desvio e lavagem de dinheiro, peculato e advocacia administrativa.

O ex-secretário afirmou, em entrevista à imprensa, que pediu exoneração para focar em sua defesa e para garantir que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) possa tomar as decisões que considerar necessárias para verificar de forma administrativa as suspeitas.

A informação de pedido de exoneração foi confirmada pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Cuiabá.

Mais cedo, a prefeitura havia anunciado o afastamento do então secretário de Educação, em cumprimento à decisão judicial dirimida pelo juízo da 7ª Vara Criminal de Cuiabá.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesabafo: profissional da saúde pública diz que médicos já têm que escolher
Próximo artigoSem o outro lado