Secretário da Câmara de Cuiabá pede demissão após ser acusado de importunação sexual

Reclamação registrada na Delegacia da Mulher diz que Bolanger José de Almeida tocava e fazia comentários lascivos a duas servidoras

(Foto: Divulgação)

O secretário da Câmara dos Vereadores de Cuiabá, Bolanger José de Almeida, pediu demissão do cargo após o registro de um boletim de ocorrência por importunação sexual. A acusação partiu de duas servidoras.    

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Câmara. O pedido foi apresentado na semana passada. O boletim foi registrado no dia 26 julho, na Delegacia de Defesa da Mulher de Cuiabá.

As servidoras dizem terem sido tocadas com insinuação sexual durante seus turnos de trabalho. Elas têm 31 e 35 anos e trabalham há seis anos na Câmara, em cargos concursados.

Em um episódio, conforme o boletim de ocorrência, Bolanger de Almeida teria feito um comentário que teria desagradado uma das reclamantes: “você está ficando mais corpuda e bonita”, diz a denúncia. 

Os comentários seriam acompanhados por toques, com tentativas de acuar a servidora em um canto, e tratamento íntimo. 

Em outra ocasião, uma servidora diferente teria sido importunada enquanto fazia um trabalho a pedido do secretário. O boletim de ocorrência informa que a servidora teria sido chamada a uma sala para resolver um problema no computador. 

Bolanger teria se aproveitado da situação para “alisar as costas dela, pegar os cabelos dela, puxar e dizer: ‘cabelo comprido é bom pra isso’”. 

A Câmara informou em nota que “não se furtará em tomar medidas cabíveis”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBruna Viola reforça campanha de vacinação contra a covid-19 em Mato Grosso
Próximo artigoVídeo | Helicóptero com 300 kg de cocaína cai no Pantanal