Saúde, beleza e bem estar levam mais mulheres as academias

Antes os homens dominavam o universo fitness, hoje as mulheres se dividem entre a carreira profissional e o lar, e buscam bem estar na musculação e encontram benefícios extras, como escovaria, passadoria, pré e pós treino

Tradicionalmente a sociedade sempre cobrou das mulheres a figura da perfeição, seja nos bons modos, educação dos filhos, dedicação ao lar, e claro, não iria ficar de fora a aparência, mas já foi o tempo em que apenas estar bela ou apresentável era suficiente. Hoje a boa forma impera em todos os segmentos. Por outro lado, as mulheres dão respostas surpreendentes, estão sim mais dedicadas com a silhueta, porem muitas afirmam; a malhação nem sempre é para impressionar os olhos alheios, mas sim para que elas se sintam melhores, mais saudáveis e mais amadas por elas mesmas.

Não há uma pesquisa oficial que mensure quem esta frequentando mais as academias, elas, ou eles, porem algumas academias abrem seus números, e revelam, as mulheres é maioria, até mesmo quando a academia inclui a maior parte da atividade em exercícios com aparelhos de musculação. A academia Forz em Cuiabá que tem conceito prime, revela que 75% dos matriculados são mulheres, que encontram na unidade facilidades de serviços inclusos, como escovaria de cabelo, passadoria de roupa, personal, pré e pós treino. A nutricionista da academia garante que além da exigência da mulher com o seu próprio corpo, nos quesitos saúde e estética, elas buscam mais informações e se influenciam pelas redes sociais, o que é algo positivo, pois a disseminação de informações sérias e profissionais de como melhorar a silhueta e a saúde ajudam no processo de conscientização e quais resultados são possíveis alcançar.

“Diferente dos homens, as mulheres tem mais interferências hormonais, que podem contribuir com o ganho de peso, existem inconstâncias emocionais motivadas pelo período menstrual, durante a TPM, por exemplo, despertamos hormônios que aguçam o apetite por doces, ou seja, interfere diretamente no nosso sistema nervoso central, o que pode contribuir por aqueles famosos momentos de compulsão”, explica a nutricionista Danielle de Carvalho Prudencio.

De olho nas nuances do universo feminino e no mundo fitness as mulheres percebem que a atividade física é primordial para alcançar o corpo que cada uma deseja. Os resultados podem ser alcançados diante da persistência, e este quesito é pertinente às mulheres, afinal são famosas pela busca de resultados. “Antes as mulheres não treinavam tão pesado, com medo de ficarem masculinizadas, elas mudaram, fazem o que querem, pois não pensam mais no que os outros vão achar, perderam o medo do julgamento, elas colocam em primeiro lugar a autoestima, independente da performance escolhida”, define a personal Michelly Marques.

E se você é mulher talvez vai perceber que as desculpas que impedem uma rotina de atividades físicas diminuem a cada dia, na realidade as academias estão lotadas por mulheres que tem uma extensa carga profissional e doméstica. A maioria se divide entre o trabalho e o lar, mas não deixam mais de se cuidarem, elas se tornaram prioridade para elas mesmas. A médica Matheusa Weitzel e a empresária Andréa Castrillo já passaram dos 30 anos e não abrem mão da malhação, ambas tem razões bastante diferenciadas, porem, em comum encontram o mesmo resultado, o bem estar e a silhueta aprovada.

“Tenho três filhos, duas empresas do ramo de estética para administrar, mesmo com a agitação do trabalho e a responsabilidade de mãe, me programo pra ir todos os dias a academia, porem imprevistos acontecem, e nem sempre consigo cumprir minha meta, mas como malho pra ter qualidade de vida e não busco a perfeição, alcanço meu resultado mais desejado, minha prioridade é ter disposição. Diante da minha rotina pesada e do cansaço, é claro que passa pela cabeça desistir, mas os resultados que tenho me impedem, e esse pensamento passa rapidamente. Pois os benefícios são quase imensuráveis, a academia melhora meu humor, meu sono, tenho mais disposição e sinto uma mudança bacana no corpo, permaneço mais magra e desinchada”, explica Andreá.

E de fato quando o assunto é humor e bem estar emocional, a academia cai perfeitamente para a médica Matheusa. “Aceito meu corpo como ele é, mas gosto de me sentir bonita e o exercício físico me proporciona isso, confesso que não sou psica, não quero mudar meu corpo, não desejo grandes transformações, porem tenho uma rotina praticamente diária de atividades físicas porque pra mim é uma forma de terapia. Tenho muita energia e a canalizo através dos exercícios, preciso dispersar essa carga extra e o resultado é o bem estar”, define a médica, que reforça as atividades com diversas modalidades, além da musculação, faz Crossfit e kick boxing.

“O atendimento na clinica exige muito do meu emocional. Eu ouço meus pacientes e suas demandas, e tento ao máximo ajudá-los. Então na atividade e como se naquele momento fizesse algo só pra mim, para me fortalecer”, define. Com os resultados alcançados tanto Matheusa quanto a Andréa são franca incentivadoras das amigas e dos mais próximos. “Meu marido é o maior exemplo disso, ele foi motivado por mim”, conta a médica.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA melhor adega pra você! Saiba escolher
Próximo artigoQuarta temporada de Stranger Things será “maior, mais ousada e mais complexa do que nunca”

O LIVRE ADS