Satanistas querem processar Netflix por uso do Baphomet em Sabrina

Satanistas alegam que Baphomet é protegido por direitos autorais

(Reprodução/Netflix)

A série original da Netflix O Mundo Sombrio de Sabrina pode ser processada por membros de um templo satânico dos Estados Unidos. A alegação é de que a série usa uma imagem do Baphomet, que supostamente seria protegida por direitos autorais.

O porta-voz do templo satânico, Lucien Greaves, percebeu que a série usa o design do Baphomet da igreja como objeto de cena nos trechos da escola de magia de Sabrina. Pelo Twitter, ele se mostrou decepcionado e decidido a tomar medidas legais.

“Tomaremos ações legais quanto a Sabrina estar se apropriando da imagem do nosso monumento, protegido por direitos autorais, para promover essa estúpida ficção satânica”, escreve ele, em seu Twitter.

A série que gira em torno de Sabrina e sua família-bruxa tem grande foco no misticismo satânico. A produção estreou recentemente na Netflix.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPreso em operação ostentava na internet com fotos de maços de dinheiro
Próximo artigoMinistério Público de Contas elege novo procurador-geral