Salário mínimo para 2021: entenda como será calculado o valor

Até agosto, o mínimo para o próximo ano estava estimado em R$ 1.067. Mas isso deve mudar

(Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

Em 2020, o governo federal usou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2019 para definir que nenhum brasileiro empregado formalmente poderia receber menos que R$ 1.045 pelos serviços prestados. Para 2021, isso vai mudar. O valor do novo salário mínimo dependerá do impacto da alta dos preços dos alimentos.

A ideia é garantir o que está definido na Constituição: a preservação do poder de compra dos trabalhadores.

Até agosto, quando o projeto do Orçamento Geral da União de 2021 foi enviado ao Congresso, o salário mínimo para o próximo ano estava estimado em R$ 1.067.

Na época, o Ministério da Economia estimava que o INPC encerrasse o ano em 2,09%. O repique da inflação no segundo semestre, no entanto, mudou o cenário.

O salário mínimo em 2021 só será conhecido nos últimos dias do ano, quando o governo federal editará uma medida provisória (MP) com o novo valor.

E caso o IPCA feche 2020 além das projeções da equipe econômica, o governo deve precisar editar outra MP na metade de janeiro, com a nova correção. A exemplo do que já ocorreu neste ano.

O salário mínimo de janeiro, porém, só chegará à conta do trabalhador a partir de 1º de fevereiro. Caso haja uma correção adicional no decorrer de janeiro, o montante será acrescido ao salário de fevereiro, pago em março.

(Com Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno de MT quer barrar cadastro estadual de pedófilos e agressores de mulheres
Próximo artigoDesafios das eleições de 2022