Saladas com “partículas de fezes” do McDonald’s intoxicam mais de uma centena nos EUA

O McDonald's Brasil disse que caso ocorrido nos Estados Unidos foi isolado e que não há risco de se repetir por aqui

(Foto: Justin Sullivan/Getty Images)

Nos Estados Unidos, 163 pessoas, em 10 estados do país, passaram mal após comerem alimentos contaminados com partículas de fezes na rede do famoso Fast-food McDonald’s.

Segundo informações do USA Today, a infecção foi causada pelo parasita Cyclospora, que é transmitido por meio da água ou alimentos contaminados com fezes.

O McDonald’s informou que as infecções ocorreram por conta de um lote de alface contaminado obtido de um fornecedor. Em nota, a empresa disse: “Muitos restaurantes já têm uma nova fornecedora de alface, enquanto esperamos que todos os restaurantes identificados também tenham nos próximos dias”.

No Brasil

O McDonald’s Brasil afirmou em comunicado que o problema não chegou ao país.

“Informamos que o sistema McDonald’s no Brasil utiliza os mais rigorosos processos de segurança alimentar existentes. Além disso, a empresa realiza controles de qualidade e rastreabilidade dos ingredientes desde a origem até a cozinha do restaurante, que asseguram que os milhões de consumidores recebam alimentos livres de qualquer tipo de contaminação”, afirmou a empresa em nota.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorConfiança no agronegócio cai 8,6 pontos no trimestre, diz Fiesp
Próximo artigoFacebook derruba rede de páginas por violar política de autenticidade