Redução da demanda chinesa diminui perspectiva de exportação da soja

A estimativa aponta um recuo de 1,41% no volume que deve ser enviado

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) atualizou os dados da oferta e demanda da safra 18/19 e 19/20 produzida em Mato Grosso. Os números não  mostraram alterações quanto a oferta, mantendo a projeção em 32,6 milhões de toneladas, com recuo de 1,28% ante à safra 17/18.

Já a demanda para a exportação, estima-se um recuo de 1,41% em comparação ao ano passado. Cenário decorrente da redução da demanda chinesa que foi afetada pelo surto de peste suína africana, e pela retomada das negociações entre os Estados Unidos e China.

Segundo Imea, a queda do dólar puxada principalmente pelo avanço da Reforma da Previdência, acaba desfavorecendo as exportações. Ao todo, a previsão é que 19,47 milhões de toneladas sejam enviadas ao exterior nesta temporada.

Em relação ao consumo mato-grossense, a projeção é de que se mantenha similar ao registrado em 2018, tendo em vista a demanda pelo grão para a produção de biodiesel. “Com isso, a perspectiva é de que sejam esmagadas cerca de 9,88 milhões de toneladas em 2019”, informa o Instituto.

Já o consumo interestadual deve ter um recuo de 7,93% em relação à safra anterior, ficando em 3,02 milhões de toneladas. Assim, com as atualizações no balanço de oferta e demanda da safra 18/19, os estoques finais para o período foram previstos em 230 mil toneladas.

Safra 19/20

Para essa safra foi projetada uma oferta de 33,06 milhões de toneladas, um crescimento de 1,40% em relação à safra 2018/19, pautado no aumento da produção de soja no Estado, e no maior estoque inicial.

No que tange a demanda, a projeção aponta um aumento nas exportações de 0,44%, chegando a 19,56 milhões de toneladas, enquanto que para o consumo interno é apontado um acréscimo de 0,75%, totalizando 9,96 milhões de toneladas. Para o consumo interestadual, o levantamento estima que atingirá 3,34 milhões de toneladas.

Desta forma, os estoques finais para o período da safra 2019/20 ficaram estimados em 210 mil toneladas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLesco revela novas práticas de barriga de aluguel e grampos em vice-governador
Próximo artigoEngraxate: o ofício que resiste ao tempo na Praça da República

O LIVRE ADS