Rotam flagra furto e mata três bandidos em Várzea Grande

Os ladrões apontaram armas para os policiais, que deram ordem para eles se entregarem e, com a negativa, reagiram atirando

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Três ladrões ainda não identificados morreram na madrugada desta terça-feira (5) durante um furto a uma loja de eletrodomésticos no centro de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

Uma equipe da Rotam estava em ronda pela região central de Várzea Grande quando foi acionada para atender uma situação de furto em uma loja na Avenida Couto Magalhães, em que os ladrões estavam armados, e se direcionou ao local.

Ao se aproximar da loja, os policiais encontraram um suspeito, que conseguiu fugir. Ele estava com algo nas mãos, que aparentava ser uma arma.

Os militares, então, viram um buraco em uma parede lateral da loja, por onde os ladrões haviam entrado no local, e uma alavanca utilizada para fazer o buraco.

A equipe percebeu que os bandidos estavam retirando produtos do furto e levando para um Renault Clio branco, que já estava com uma televisão de 40 polegadas e um ventilador dentro dele.

Os policiais entraram na loja e encontraram três suspeitos na parte superior da loja, todos armados. Eles mandaram os suspeitos soltarem as armas, mas eles apontaram as armas para a equipe, que reagiu atirando.

Os militares acionaram reforços e encaminharam os suspeitos para o Pronto-Socorro de Várzea Grande na própria viatura, devido à gravidade dos ferimentos deles.

Pouco depois, porém, os três não resistiram aos ferimentos e morreram. A Polícia Civil, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), a Corregedoria da PM e o oficial da Rotam foram acionados para acompanhar a ocorrência e começar a investigação do caso.

Os suspeitos estavam sem documentos e, por isso, ainda não foram identificados. O caso foi registrado como “morte por intervenção de agente do Estado”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMiguel, Alice… Conheça os nomes preferidos pelos mato-grossenses
Próximo artigoFila por cirurgias cresce 548%