Rota 4 do Acrimat em Ação passa por seis municípios do Araguaia

Começa nesta segunda-feira (23) a Rota 4 do “Acrimat em Ação 2018”, maior projeto da pecuária de corte mato-grossense realizado pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat). Nesta etapa, seis municípios da região nordeste do estado recebem a palestra “Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte”. O primeiro evento será realizado em Barra do Garças (23.04), e segue para Ribeirão Cascalheira (24.04), Vila Rica (25.04), Canarana (26.04), Água Boa (27.04) e Cocalinho (28.04).

A região visitada na quarta fase do “Acrimat em Ação” tem um rebanho de aproximadamente 2,5 milhões de bovinos e é uma das principais regiões produtoras de carne. O Araguaia, como é conhecido o nordeste mato-grossense, passa nos últimos anos por um processo de transformação com a chegada da agricultura e com isso a possibilidade de integração lavoura-pecuária, recuperação das pastagens e consequente ganho produtivo.

Com o tema “Do pasto ao prato: agregação de valor à pecuária de corte”, o “Acrimat em Ação” traz este ano as ferramentas disponíveis para melhorar os índices de produtividade e aponta como isso tem reflexos na qualidade do produto ofertado. Ou seja, como a cria, a recria e a engorda de animais podem ser mais lucrativas para o produtor e o produto final mais satisfatório para os clientes?

A Acrimat na região, Maria Ester Fava, a Teia Fava, explica que este ano o tema central engloba toda a cadeia produtiva da carne, do capim ao bife. “Produzimos, primeiramente, o capim e é a partir dele que chegamos até a carne que vai à mesa de consumidores do mundo inteiro. E com a palestra deste ano vamos conhecer tecnologias disponíveis para melhorar ainda mais a qualidade da nossa carne e assim atingir mais e melhores mercados”, afirma Teia Fava.

O presidente da Acrimat, Marco Tulio Duarte Soares, explica que o sucesso se consolida quando o pecuarista fideliza o cliente final e o caminho para alcançar este resultado está no investimento em tecnologia. “Existe disponível um pacote tecnológico capaz de aumentar a eficiência da pecuária todas em as etapas produtivas. Mas a aplicação correta das ferramentas depende de planejamento e o retorno do investimento está diretamente relacionado à qualidade do produto que oferecemos”, afirma o presidente.

A Acrimat convidou este ano o engenheiro agrônomo da Scot Consultoria, Marco Tulio Habib Silva. Ele tem o desafio de apresentar tecnologias e modelos produtivos capazes de agregar valor à produção, seja de genética, bezerro, garrote, novilha ou boi gordo e acredita que o “Acrimat em Ação” é o projeto ideal para isso.

O representante da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) em Vila Rica, Anísio Vilela Neto, explica que o “Acrimat em Ação” é muito importante para os produtores da região, que devido à distância dos grandes centros, nem sempre têm acesso à informação técnica. “A maioria dos pecuaristas daqui é formada por pequenos produtores e por isso o Acrimat em Ação se torna ainda mais importante, porque muitas vezes é o único meio que ele possui de se atualizar e conhecer novas ferramentas para melhorar a qualidade da produção e assim a renda”, afirma Anísio Vilela Neto.

Parceiros

O “Acrimat em Ação 2018” conta com apoio de parceiros que investem no melhoramento continuo da produção do agronegócio, como Sicredi, Serviço Nacional da Aprendizagem Rural (Senar), concessionárias Trescinco e Ariel e Scot Consultoria.

Rota 4

Barra do Garças – Segunda-feira (23), 19h, no Garden Hall

Ribeirão de Cascalheira – Terça-feira (24), 19h, no Parque de Exposições

Vila Rica – Quarta-feira (25), 19h, no Parque de Exposições

Canarana – Quinta-feira (26), 19h, no Sindicato Rural

Água Boa – Sexta-feira (27), 19h, no Sindicato Rural

Cocalinho – Sábado (28), 19h, no Sindicato Rural

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia Civil de SP abre concurso para 1,4 mil vagas
Próximo artigoOAB elogia servidores e magistrados no interior