RGA do Judiciário

Veto do Executivo à reposição inflacionária dos servidores será votado pela Assembleia Legislativa em fevereiro

O veto integral do governador Mauro Mendes (DEM) ao pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) aos servidores do poder Judiciário será votado pelo plenário da Assembleia Legislativa nas primeiras sessões de fevereiro.

Apenas três deputados se articulam a favor: os petistas Valdir Barranco e Lúdio Cabral e o deputado João Batista, oriundo do sindicato dos agentes penitenciários.

A base governista avalia que seria uma “inconveniência política” autorizar o pagamento aos servidores do Judiciário, por meio da derrubada do veto, e seguir a posição de manter contrariedade à reposição inflacionária aos servidores do Executivo em nome do equilíbrio das contas públicas.

No Legislativo, servidores efetivos e comissionados seguem sem qualquer reposição nos últimos anos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJaneiro é mês de conscientização sobre a hanseníase
Próximo artigoTirou o biquíni do armário? Listamos alguns cuidados para ele durar até o próximo verão