|Segunda-feira, 23 abril 2018

Revoltado com gerente, homem fica nu no Banco do Brasil em VG

Ele tirou as roupas em forma de protesto devido ao atendimento prestado pelo BB em Várzea Grande

COMPARTILHE COMPARTILHE

Um cliente do Banco do Brasil da Avenida Filinto Muller, em Várzea Grande, chegou a um nível muito grande de revolta com o atendimento prestado nessa sexta-feira (06). Irritado com a gerente, ele tirou toda a roupa e ficou nu na agência em forma de protesto.

Uma equipe da Polícia Militar foi acionada pelo rádio, com a informação de que tinha um homem despido em via pública. O caso aconteceu às 15h30 dessa sexta-feira (06).

Conforme o boletim de ocorrência, ao chegar no local os policiais viram o homem, de 32 anos, sem roupas e foram até ele.

Perguntado sobre o motivo, ele disse que tirou as vestes em forma de protesto devido ao atendimento prestado pelo Banco do Brasil, reclamando da demora na prestação de serviço e do “descaso com os clientes do banco”.

Ele contou à PM que havia pedido um extrato de conta, porém a gerente se negou a entregar, o que o deixou revoltado.

Por conta da situação e para evitar maiores transtornos, a equipe da Polícia Militar conduziu o homem para a Central de Flagrantes de Várzea Grande.

O caso foi registrado como importunação ofensiva ao pudor e ato obsceno.

COMENTÁRIOS

  1. A policia devia ter levado a gerente. Essa gente esta superhabituada de tratar mal clientes. Ninguém pune. O BB está tão avacalhado quanto o país…

  2. Se fosse sobre demora no atendimento, tudo bem. Mas porque não forneceu o extrato, devia ser analisada a situação. Ha poucos dias uma senhora se dizia cliente ficou revoltada porque nao foi fornecido saldo de uma conta. O funcionário comentou que não era a cliente. Queria o saldo de outra pessoa. Se entrega seria quebra de sigilo bancário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Ator Haitiano é vítima fatal de acidente na estrada de Chapada

Acreano viaja de bicicleta em busca da felicidade: “o caminho te dá as respostas”

Verdadeiro Indiana Jones ainda permanece como um mistério vivo na história de Mato Grosso

Clarice Lispector e irmã escreviam manuais para “amansar” empregadas, relembra pesquisadora da UFMT

Taques chama Pivetta de preconceituoso e o compara a escravocratas

X