Retomada de obra do Hospital Universitário é marcada para dezembro; veja fotos

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Anunciada pelo Governo de Mato Grosso como uma das grandes surpresas para o Estado, o primeiro passo para a retomada da obra do Hospital Universitário Júlio Muller (HUJM) deve acontecer já em dezembro. O cronograma foi apresentado na tarde desta segunda-feira (25), com os projetos de reforma.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) Marcelo Oliveira anunciou que o edital para conclusão da obra deve ser lançado no dia 20 de dezembro, por meio de Regime Diferenciado de Contratação integrada (RDCi) para a licitação.

A conclusão do espaço – que desde 2012 teve apenas 11% do projeto inicial executado – fica a encargo desta secretaria.

Pelo cronograma, depois de lançada a licitação, os interessados terão 45 dias para analisar o edital e apresentar proposta. O resultado da licitação, porém, deve ser anunciado ainda no primeiro semestre de 2020.

Secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Oliveira (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Marcelo explicou que o regime diferenciado foi o escolhido porque traz mais transparência e simplifica os trâmites para aplicação de recursos públicos. Disse ainda que o RDCi também reduz o prazo para implantação e funcionamento do hospital. Isso porque quem desenvolve o projeto é também quem o executa.

Contudo, como o projeto não é desenvolvido pelo governo, o secretário informou que não há uma estimativa sobre quanto deverá custar a obra. Ele arriscou, porém, que o valor pode chegar ao dobro do que custou o Hospital Municipal de Cuiabá.

Leia também
Dinheiro de corrupção vai ser usado para concluir Hospital Central do Estado

A perspectiva tem como base a metragem da obra: enquanto o Hospital Julio Muller tem 58 mil m², o Hospital de Cuiabá tem 21 mil m². Ele custou R$ 190 milhões à prefeitura e aos governos Estadual e Federal.

Até o momento, o Estado possui R$ 96 milhões em caixa para a construção. O valor é fruto de um convênio firmado em 2011, pelo Governo Federal. Entretanto, segundo o secretário, metade do valor restante deverá ser arcado pelo Estado. A outra metade foi prometida pela Universidade Federal de Mato Grosso.

Novo Hospital Universitário, às margens da Rodovia Palmiro Paes de Barros, foi abandonado

Hospital Universitário

O novo hospital está localizado às margens da Rodovia Palmiro Paes de Barros, a 15 quilômetros de Cuiabá e teve as obras iniciadas em dezembro de 2012. O contrato inicial era de R$ 115,5 milhões, com valores a serem pagos com recursos federais e estaduais.

A previsão inicial era de que o espaço fosse entregue em outubro de 2014. No entanto, a construção foi paralisada na época da Copa do Mundo e apenas 11% do projeto foi concluído até 2016.

Um termo de compromisso chegou a ser firmado pelo Governo com o Ministério Público, prevendo a finalização da obra para janeiro de 2019. Mais uma vez, o prazo não foi cumprido e a construção do hospital chegou a ser alvo de inquérito do Ministério Público Federal.

Depois de pronto, o espaço deve contar com 228 leitos de internação, 12 centros cirúrgicos e 68 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Além disso, o projeto inclui 85 consultórios, 45 salas de exames, 21 bancos de sangue/triagem e 53 salas administrativas.

Confira os projetos arquitetônicos do governo para o espaço:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHeróis se unem contra ameaça universal no 1º trailer de Crise nas Infinitas Terras
Próximo artigoAstro de Supernatural aparece em evento usando camisa com foto de sua prisão; veja

O LIVRE ADS