Repúdio do governo

Em nota, o governo diz que é o deputado José Medeiros que só pensa em interesses particulares

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O governo do Estado emitiu uma nota de repúdio afirmando que “fugiu à racionalidade” a crítica do deputado federal José Medeiros (Podemos) de que o pedido para o adiamento da eleição suplementar ao Senado em Mato Grosso foi em “interesse de aliados do governador Mauro Mendes”.

Divulgada nesta quarta-feira (18), a nota tem um tom semelhante ao do próprio comentário de José Medeiros no Twitter. O parlamentar se manifestou ontem, minutos após a divulgação da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“O Governo do Estado de Mato Grosso repudia as declarações irresponsáveis do deputado federal José Medeiros, que demonstra total desconhecimento sobre as medidas necessárias para combater o coronavírus”, diz trecho.

Logo a seguir, o governo afirma que é o deputado quem “age exclusivamente por interesse próprio, em desrespeito aos seus eleitores”. 

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno federal zera imposto de importação de 50 produtos para combate ao coronavírus
Próximo artigoIBGE adia Censo e suspende concurso

O LIVRE ADS