Representação limitada

Senador Wellington Fagundes volta a comandar bloco do PL e PTB no Congresso, mas apenas dentro de quatro paredes

(Foto: Reprodução/Assessoria de Imprensa)

O senador Wellington Fagundes foi escolhido para voltar a liderar o bloco parlamentar conjunto PL e PTB no Senado. A decisão foi tomada na quarta-feira (1º) no redimensionamento do grupo, que perdeu integrante com a fusão do DEM e PSL e a saída do PSC. 

O bloco agora tem 11 senadores. E alguns nomes são bem conhecidos na política nacional, como o ex-presidente Fernando Collor (MA) e Flávio Bolsonaro (RJ).  

Fora do Senado, no entanto, a influência de Wellington Fagundes é minguada. Por exemplo, a figura forte do PTB em Mato Grosso, presidente da Aprosoja Brasil, empresário Antônio Galvan, é antagônica a ele.  

Galvan, que é pré-candidato ao Senado, já disse publicamente que Wellington não representaria os conservadores locais.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJúri condena feminicída a 28 anos de prisão em Tangará da Serra
Próximo artigoEmpresa de transporte por aplicativo pagará indenização para cliente assediada