Rendido por ladrões, jovem indica casa da vizinha como sua e os dois acabam roubados

Por causa da indicação dele, a vizinha, que estava dentro de casa, acabou também sendo roubada

Imagem ilustrativa / Pixabay

Um jovem de 29 tomou uma atitude inesperada ao ser rendido por ladrões na última terça-feira (18), que acabou piorando a situação em que se encontrava. Pressionado, ele indicou a casa da vizinha como sua e os dois acabaram roubados.

Ele achou que enganaria os ladrões e se safaria sem ter sua casa roubada, mas os ladrões perceberam e, além de roubarem a vizinha, o obrigaram a também ir até a casa certa.

O caso aconteceu no Bairro Jardim Potiguar, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), por volta das 02h40.

Conforme o boletim de ocorrência, o rapaz estava saindo de sua quitinete quando dois homens armados o renderam e anunciaram o assalto.

Eles exigiram que a vítima indicasse qual era sua casa e, de pronto, o rapaz indicou a quitinete da vizinha, que abriu a porta e também se tornou vítima do roubo.

Os suspeitos tomaram o celular da mulher, mas perceberam que a quitinete não era a casa da primeira vítima. Eles passaram a ameaçar o rapaz de morte e exigiram que ele mostrasse onde morava.

Ele levou os ladrões até sua casa, teve a cabeça coberta por um pano e os dois roubaram vários objetos eletrônicos, como TV, celular e videogame, além da motocicleta da vítima e R$ 400 em dinheiro.

Prisão

Câmeras de segurança flagraram a ação dos ladrões e mostraram que eles usaram um Chevrolet Classic de cor branca para praticar o crime. Pelas imagens também foi possível identificar a placa do carro.

Por volta das 02 horas dessa terça-feira, mesmo dia do crime, o carro foi localizado em um lava-jato do Bairro Praeirinho, em Cuiabá, e equipes da PM foram enviadas ao local.

Os militares cercaram o lava-jato e entraram no local, onde encontraram um rapaz de 18 anos, que assim que viu os policiais tentou fugir pulando muros e subindo no telhado de uma casa vizinha, chegando até mesmo a cortar a mão em cacos de vidro.

Ele estava em cima do telhado de uma casa quando este cedeu e o suspeito caiu no chão e foi preso.

Já detido, ele entrou onde estava o segundo suspeito, também de 18 anos, que foi encontrado com uma arma falsa e parte do dinheiro roubado da vítima.

Um terceiro suspeito, de 23 anos, foi preso em frente à Central de Flagrantes de Cuiabá, quando foi visto pela vítima e reconhecido como um dos autores do crime.

O caso foi registrado como utilizar arma de brinquedo a fim de cometer crime, uso ilícito de drogas, formação de quadrilha ou bando, dano, ameaça, resistência, desobediência, roubo, lesão corporal e sequestro e cárcere privado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMáquina Fantasma
Próximo artigoNão aceitando término, homem pede abraço a ex e a esfaqueia oito vezes