Reiki para animais: terapeuta utiliza técnica que cura depressão do seu bichinho

Segundo a profissional, os animais não possuem bloqueios que possam limitá-los a acreditar no tratamento

O Reiki é uma técnica japonesa que significa energia vital universal. Ele é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como técnica de cura energética natural através da imposição das mãos, principalmente porque é muito eficiente para relaxamento e redução do estresse.

A terapeuta Letícia Barbosa Ceron mora em Cuiabá e começou o curso de Reiki no início de 2019. Segundo Ceron, não tem muito tempo, porém os benefícios que ela conseguiu levar para várias pessoas e animais foi surpreendentemente.

Ela inicialmente buscou a técnica para si mesma, pensando em saúde e bem-estar. “O Reiki foi e é um divisor de águas em minha vida”, disse a terapeuta.

Leia também:

Só que uma técnica teve destaque na vida de Letícia, o Reiki em animais. “Quando aprendi que o Reiki poderia ser aplicado em plantas e animais fiquei mais apaixonada ainda. Desta forma, comecei por buscas, leituras e estudos na literatura’’.

Depois da parte teórica, não tão tarde iniciou-se a prática. Ela começou a aplicar o Reiki nos próprios pets para ver se realmente dava algum resultado.

“Através deles pude comprovar a eficácia da técnica. Eles tiveram muita melhora em relação ao comportamento. Eles eram muito ‘terríveis’, comiam tudo que viam pela frente”, contou.

Até que um dia, o gato de Letícia comeu uma corda de sisal e ficou constipado. Ao levá-lo em um veterinário foi indicado um remédio e, por fim, que ele fizesse a remoção da corda por endoscopia.

Não muito satisfeita, Letícia voltou para casa e ministrou apenas uma dose do umectante intestinal receitado pelo veterinário e fez a aplicação de Reiki.

No outro dia o gato começou a expelir a corda aos poucos, não sendo necessário o procedimento na clínica veterinária.

Segundo a profissional, os animais não possuem bloqueios de ordem psicológica, não possuem crenças e julgamentos, características que possam limitá-los a acreditar no tratamento, por isso o Reiki aplicado neles atua de forma muito eficaz.

A terapia auxilia no processo de recuperação pós-cirurgias, para problemas comportamentais como depressão, nervosismo, stress e até mesmo em complemento ao tratamento de doenças como câncer e doenças autoimune.

Após o caso do gato, uma cliente procurou Letícia para cuidar de sua cadela. O pet havia feito uma cirurgia recente e estava com grandes sintomas de depressão.

Poucas sessões foram o suficiente para reanimar a cadelinha e fazer ela voltar à rotina normal, brincando muito.

(Letícia e Luz, “cliente reanimada” )

Atualmente Letícia trabalha em parceria com uma amiga que também é terapeuta. “Somos as ‘alquimistas do ser’, e hoje em dia as pessoas nos procuram para receber Reiki como tratamento tanto para elas como para seus pets”.

Além dos tratamentos, o público procura as duas profissionais para fazer o curso de Reiki e se tornar reikiano, tanto para auto aplicação, como para aplicação em família, amigos e em seus próprios pets.

“Nós ofertamos curso de Reiki de forma personalizada, que pode ser individual ou em turmas reduzidas”.

Existe um projeto em mente da profissional, realizar um evento em parceria com um shopping e uma ONG de Cuiabá para aplicação de Reiki em animais, cobrando como valor simbólico apenas a ração para serem doadas aos animais necessitados.

Os atendimentos acontecem no Espaço Órion, Rua Topázio, número 202, Bairro Bosque da Saúde, Cuiabá. Letícia atende também a domicílio e em parques da cidade.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPatrão pede massagem a empregada e depois tenta estuprá-la
Próximo artigo“É hora de a sociedade agir”

O LIVRE ADS