Regras do couvert

Após articulação do PT, Estado disciplina cobrança de couvert em MT

Os restaurantes, lanchonetes, casas noturnas e bares de Mato Grosso deverão tornar visível o preço cobrado pelos couvert artísticos, bem como o horário em que é feita a cobrança.

Isso porque o governador Mauro Mendes (DEM) sancionou a Lei 11.480/2021 aprovada pela Assembleia Legislativa. De autoria do deputado estadual Valdir Barranco (PT), a lei foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) que circulou nesta terça-feira (20).

O texto diz que se entende como couvert artístico a taxa preestabelecida em que o cliente paga pela música, show ou apresentações ao vivo de qualquer natureza cultural e artística.

O estabelecimento comercial somente poderá cobrar o couvert se anteriormente informar ao cliente o valor, ou mantiver afixado em local de fácil visibilidade o valor a ser cobrado, havendo, no mínimo, 20 (vinte) minutos ininterruptos de apresentação musical ou artística.

A apresentação artístico-musical deve ser contínua ou intercalada por 60 minutos, no mínimo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior32% dos advogados citam lentidão da Justiça como maior obstáculo da profissão
Próximo artigoCovid-19: média de mortes no país atinge menor nível desde fevereiro