Região rural de Praia Grande recebe mutirão de vacinação entre 14 e 18 de dezembro

A vacinação é contra a poliomielite, mas também será feita a verificação da carteira de vacinação de crianças e adolescentes

Foto: Assessoria da Prefeitura de Várzea Grande

A Secretaria de Saúde de Várzea Grande realiza, de 14 a 18 deste mês, o mutirão de vacinação contra a poliomielite. Durante a ação será verificada ainda a situação vacinal com foco na atualização das cadernetas de crianças e adolescentes.

O objetivo é aumentar a cobertura vacinal, uma vez que, neste ano – e em função da pandemia –, o município não alcançou ainda a meta nacional de imunizar 95% das crianças menores de 5 anos.  O município computou a marca de 75.14% de cobertura vacinal num total de 13,4 mil doses aplicadas.

Para que não haja aglomeração, a vacinação será realizada em dias e regiões da cidade de forma alternada, beneficiando as comunidades .

No dia 14 o mutirão ocorre na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Maria de Lurdes Toledo Areias, localizada na região rural Praia Grande; no dia 15 na EMEB Vereador Zeno de Oliveira, localizada no distrito de Pai André; no dia 16 na EMEB Maria Barbosa Martins, no distrito de Bonsucesso; dia 17 na EMEB Vereador Estevão Ferreira da Cunha, no distrito de Souza Lima e no dia 18 na instituição privada EE. Terezinha de Jesus, no bairro Nova Fronteira. Em todos os pontos a vacinação ocorre das 13 às 17 horas.

O titular da pasta, Diógenes Marcondes explica que em razão da pandemia alguns pais deixaram de levar seus filhos para vacinar, porém todas as unidades de saúde mantiveram em seus polos profissionais para atender a população.

“Ao longo deste ano adotamos todas as medidas de biossegurança em todas as nossas unidades, cumprimos a data da campanha nacional, além de prorrogar, por várias vezes, a vacinação. Com esse mutirão queremos concluir a campanha de vacinação e atingir a meta pactuada”.

O secretário destaca a importância em se manter o calendário de vacinação atualizado, principalmente de vacinas como a de poliomielite. A vacinação é fundamental para que não tenhamos a volta de doenças graves como a paralisia infantil, que causou, em décadas anteriores, perdas e sequelas irreversíveis em crianças e adolescentes.

“As unidades básicas de saúde estão preparadas e com todos os protocolos de segurança para atender a nossa população, por isso pedimos para que os pais ou responsáveis não deixem de levar os seus filhos e que nos ajude a reduzir a taxa de abandono do esquema vacinal”.

O secretário disse ainda que o mutirão de vacinação será realizado durante toda a semana, porém as unidades de saúde estarão realizando, até o final do ano, a vacinação de poliomielite e de outras vacinas que ainda mantém vírus circulante em nosso território.

Precaução

A responsável pela Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina da Silva Moura, lembra que o vírus da Covid-19 ainda está em circulação em nosso município, por isso é necessário que as pessoas que forem procurar uma de nossas unidades de saúde, que o façam com segurança.

“Em todas as nossas unidades é obrigatório o uso de máscara, medidas de distanciamento, além de uso de álcool em gel, disponível nos locais de atendimento. É importante ainda que os pais ou responsáveis levem ao local de vacinação somente as crianças que necessitam serem imunizadas”, alertou.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno investe R$ 2 milhões para retomada e conclusão da Escola Técnica de Campo Verde
Próximo artigoOperação “Boas Festas” inicia nesta segunda-feira (14) na região central