Recurso negado, vereador condenado

O presidente da Câmara de Sorriso Fábio Gavasso terá que ressarcir R$ 30,8 mil aos cofres públicos

(Foto: Divulgação)

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) negou um recuso protocolado pelo presidente da Câmara de Vereadores de Sorriso (398 km de Cuiabá), Fábio Gavasso (PSB), e manteve a condenação de ressarcimento de R$ 30,8 mil aos cofres públicos, com recursos próprios. Além disso, o parlamentar terá que pagar multa de 10% sobre o valor da multa.

Gavasso foi condenado em Tomada de Contas Especial devido ao pagamento de verbas remuneratórias aos servidores efetivos do Legislativo Municipal em desacordo com a legislação, o que teria ocasionado um dano ao erário no montante equivalente ao que deverá ressarcir.

Em sua defesa, o presidente argumentou que empreendeu todos os esforços necessários para solucionar o impasse e a irregularidade, bem como assegurou ausência de dolo e  má-fé. O pleno do TCE, por sua vez, entendeu que o dano ao erário foi comprovado e que a sanção não poderia ser retirada.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMãe de Alexandre Frota morre depois de um mês em coma
Próximo artigoMcDonald´s para vegetarianos: McVeggie tem queijo coalho empanado e molho de pimenta biquinho

O LIVRE ADS