“Recesso” eleitoral

Com aproximação das convenções e esvaziamento das pautas, sessões na Assembleia Legislativa tendem a ficar desérticas

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

As sessões parlamentares da Assembleia Legislativa tendem a ficar cada vez mais vazias daqui pra frente. Ontem (25), os 24 deputados estaduais se reuniram para votar os vetos do governo. 

E a reunião já pôde ser considerada um afastamento temporário em decorrência das eleições. O presidente Eduardo Botelho (União Brasil) admite que o que deve atrair os parlamentares à Assembleia serão eventuais mensagens do executivo polêmicas. 

Ademais, a participação virtual dos parlamentares – e isso tem significado somente aparição para registro de votos, sem discussão – deve dominar a lista de presença. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSeguindo o marido, Michelle Bolsonaro se filia ao PL
Próximo artigoProjeto que reduz ICMS dos combustíveis reacende conflito entre estados e União