Recém-promovido, Nova Mutum conquista inédito título mato-grossense

Águia Negra e São Raimundo mantêm domínio em MS e RR, respectivamente

Divulgação / Nova Mutum EC

Impactada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), a temporada 2020 é atípica, com vários campeonatos estaduais sendo finalizados apenas em dezembro. Nesta quarta-feira (23), a festa foi das torcidas de Nova Mutum, Águia Negra e São Raimundo, campeões de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Roraima, respectivamente.

Recém-promovido à primeira divisão mato-grossense, o Nova Mutum superou o União Rondonópolis por 1 a 0 no estádio Luthero Lopes, na cidade de Rondonópolis (MT), garantindo o título estadual pela primeira vez. O clube da cidade de mesmo nome, que fica a 242 quilômetros de Cuiabá, jogava pelo empate, pois havia vencido em casa por 1 a 0 na partida de ida, no último domingo (20).

O gol que sacramentou a conquista inédita saiu aos oito minutos da etapa inicial, com o atacante Fernandinho. O Azulão, como é conhecido o clube, está garantido nas Copas Verde e do Brasil do ano que vem, além da próxima Série D do Campeonato Brasileiro. O time fará a estreia nas três competições.

Águia voa alto no Mato Grosso do Sul

No Mato Grosso do Sul, o Águia Negra assegurou o quarto título estadual – o segundo consecutivo – ao vencer a Aquidauanense por 1 a 0 no estádio Mário Pinto de Souza, o Noroeste, em Aquidauana (MS). Aos 42 minutos do segundo tempo, o zagueiro Virgulino, de cabeça, garantiu a conquista do clube de Rio Brilhante (MS).

A partida foi marcada por uma lesão séria do lateral Fabiano, do Águia Negra, que caiu em cima do braço depois de uma disputa de bola. O defensor saiu de campo de ambulância e foi levado a um hospital de Aquidauana. Foram cerca de seis minutos de paralisação para atendimento do jogador rubro-negro.

Mundão é penta em Roraima

Já em Roraima, o São Raimundo chegou ao 11º título estadual, sendo o nono da era profissional, ao golear o Grêmio Atlético Sampaio (GAS) por 4 a 1 no estádio Ribeirão, em Boa Vista. O jogo foi válido pela final do primeiro turno. Como tinha conquistado o segundo turno, finalizado na última quinta-feira (17), a vitória desta quarta assegurou o pentacampeonato ao Mundão, que não perde um duelo pelo Campeonato Roraimense desde 2016.

O São Raimundo abriu o placar aos 14 minutos, em falta batida pelo volante Gerson Belão. Também na bola parada, o zagueiro Miliano deixou tudo igual aos 17 minutos. Logo aos três minutos da etapa final, o meia Marcos Felipe recolocou o Mundão à frente. Aos 37, o volante Feliphinho, de cabeça, ampliou. Por fim, aos 45, o zagueiro Hícaro fechou o marcador.

4 de Julho reconquista Piauí

Na última terça-feira (22), o 4 de Julho garantiu a taça do Campeonato Piauiense pela quarta vez. O Colorado foi derrotado pelo Picos por 3 a 1 no estádio Helvídio Nunes, em Picos (PI), mas levou a melhor nos pênaltis, ao vencer por 4 a 2. A equipe da cidade de Piripiri (PI) havia ganhado a partida de ida por 2 a 0.

O atacante Rhuann abriu o marcador para o time da casa, mas o atacante Ted Love, artilheiro do Estadual com dez gols, igualou ainda no primeiro tempo. Na etapa final, faltando oito minutos para o término do jogo, o atacante Heitor recolocou o Picos à frente. Nos acréscimos, Rhuann assinalou o terceiro gol, forçando a disputa de penalidades. Por ironia, tanto Rhuann como Heitor perderam suas cobranças. O 4 de Julho converteu as quatro primeiras e comemorou a taça que não vinha desde 2011.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAcredite se quiser!
Próximo artigoPais são presos por deixarem filhos dentro de carro na rua e irem para bar beber