Rapinadores de concentração

Por Francisney Liberato

Se permitimos que haja desvio de foco na nossa vida, é certo que haverá grandes dificuldades na realização de objetivos.

Às vezes, temos até o desejo de se concentrar mais em nossas tarefas e atividades diárias, mas infelizmente nem sempre conseguimos, devido a fatores que têm sugado a nossa mente e o nosso foco. Como se livrar dos furtadores do nosso tempo e concentração?

A tendência do nosso cérebro é nos sabotar, isto é, impedir a realização de tarefas com qualidade e inclusive deixando tudo para depois, como um verdadeiro procrastinador.

Porém, se reajustarmos a nossa forma de viver e de ter mais organização mental, e menos rapinadores de concentração, é certo que chegaremos a resultados profícuos para nossa vida.

Imagine você chegar na sua casa e ela está totalmente bagunçada? Complicado isso, não é verdade? Independentemente de quem provocou a bagunça, se foi o cachorro, filhos, cônjuge, ou quem sabe você mesmo. A bagunça e desorganização estressa muito. Você não encontra o que deseja, ou quando encontra lhe causa muito transtorno e perda de tempo.

A bagunça e a desordem mental são terrenos propícios para atrapalhar na nossa concentração. Um ambiente e uma vida desorganizada são sinais que a sua mente segue o mesmo padrão.

O retrabalho é um forte indício de que você não organiza a sua vida. Sendo assim, estipule um planejamento na sua vida pessoal, profissional, familiar etc. Organize-se para realizar os seus afazeres a curto, médio e a longo prazo.

As mídias sociais podem provocar uma sensação gostosa na nossa mente, com a liberação de prazer e de dopamina, porém devem ser estipulados tempo para sua utilização, do contrário, você estará fadado a “correr e nunca chegar”, isto é, trabalha, mas não concretiza, pois não tem concentração. Incluem-se neste combo as músicas, televisão, internet, jogos, enfim.

A longo prazo esse vício pode lhe custar dores no corpo, principalmente no pescoço, mãos e braços, costas, visão, prejudica o sono, causa dependência, ansiedade, distúrbio psicológico, enfim.

A vida equilibrada em todos os seus aspectos, ou seja, físico, mental, emocional, espiritual e social te conduzirá a uma vida melhor e mais feliz, com organização. Por outro lado, se ocorre desgaste em quaisquer uma dessas áreas, teremos um transtorno maior para nos concentrar. Exemplo disso é se a sua mente está cansada devido à correria da vida e das suas responsabilidades, é certo que você terá grandes dificuldades para se concentrar, o mais adequado é descansar, se alimentar bem, praticar atividade física, ter um sono revigorante, após retornar as energias, dar continuidade às suas tarefas.

A ingestão de estimulantes é apenas um paliativo, não sana a causa dos problemas, que nessas circunstâncias é descansar.

Os problemas e preocupações ofendem a nossa emoção. Se postergarmos a sua resolução, mais desgastados emocionalmente ficaremos. Não adianta insistir para resolver as demandas, pois a sua concentração estará arruinada. Sugiro que resolva os problemas e preocupações, na sequência, concentre-se de forma mais intensa e dê o seu melhor nos seus afazeres.

Limpe essa nuvem de problemas da sua vida, perdoe, conheça a si mesmo, ressignifique a sua vida e viva de forma mais leve.

Não permita que o seu cérebro mande em você. Não é loucura isso! Você deve organizar a sua vida, traçar metas e atividades para ter mais resultados. Se for depender da motivação, posso afirmar que é algo muito instável, então, prefira fazer e ir aperfeiçoando.

Tenha motivos e pressupostos para agir, ou seja, motivação, ou em um conceito mais adequado, automotivação, isto é, a motivação parte de você, com suas razões, tudo de forma racional, após você entrará no campo da ação e realização.

A vida é instável para todos. Há problemas e dificuldades em todos os lugares, se formos concentrar nisso, não teremos resultados e muito menos foco. Sendo assim, sugiro que você liste todos os seus rapinadores da concentração, trace metas para se livrar disso, enfim, viva de forma mais organizada e otimizada na realização de suas tarefas.

Francisney Liberato é Auditor Público Externo do Tribunal de Contas de Mato Grosso. Escritor, Palestrante, Professor, Coach e Mentor. Mestre em Educação pela University of Florida. Doutor em Filosofia Universal Ph.I. Honoris Causa. Bacharel em Administração, Bacharel em Ciências Contábeis (CRC-MT) e Bacharel em Direito (OAB-MT). Autor dos Livros: “Mude sua vida em 50 dias”, “Como falar em público com eficiência”, “A arte de ser feliz”, “Singularidade”, “Autocontrole”, “Fenomenal”, “Reinvente sua vida” e “Como passar em concursos – Vol. 1 e 2” e “Como falar em público com excelência”. 

http://www.francisney.com.br

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLaurence Fishburne desconhece motivo de ter ficado de fora de Matrix 4
Próximo artigoHarry Potter: The Exhibition, a exposição oficial da saga, começará turnê mundial em 2022