Rami Malek revela qual foi a condição para ser vilão em James Bond

Ele já está envolvido com as filmagens, mas teve um papo reto com o diretor antes

O ator Rami Malek se tornou um dos nomes mais quentes de Hollywood após o estrondoso sucesso de Bohemian Rhapsody.

Agora, o ator já está envolvido com as filmagens de Bond 25, dirigido por Cary Fukunaga. Mas em entrevista ao Daily Mirror, Malek afirmou que não queria que seu vilão fosse um personagem que agisse por impulsos políticos ou religiosos. Era uma condição para que ele participasse do projeto.

“É um ótimo personagem e eu estou empolgado. Mas teve algo que eu discuti com Cary Fukunaga. Eu disse que nós não podíamos identificá-lo com atos de terrorismo por conta de ideologia ou religião. Não é algo que me animo, então se é por isso que você me quer, pode me cortar”, contou.

“Claramente não era a visão dele. Ele é um tipo bem diferente de terrorista. É outro roteiro extremamente inteligente das pessoas que sabem o que o público quer em um filme. Mas, eu sinto um peso nos meus ombros. Quero dizer, Bond é algo que faz você crescer”, finaliza.

A questão foi importante para o ator, pois ele é de origem egípcia.

Bond 25 estreia no dia 8 de abril de 2020.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBotelho no TCE?
Próximo artigoMotorista provoca acidente em rodovia e tenta culpar poeira