Rádios clandestinas que enviavam mensagens a presos da PCE são fechadas em Cuiabá

Durante as buscas foram encontrados documentos que comprovam o pagamento mensal dos familiares dos presos para a sustentação das rádios clandestinas

(Foto: PFMT)

A Força-tarefa de Segurança Pública (FTSP-MT), composta por instituições estaduais e federal, deflagrou nesta sexta-feira (5) a Operação Mensageiro, em parceria com a Anatel, para cumprimento de ordens judiciais contra rádios clandestinas em funcionamento em Cuiabá.

Foram cumpridos dois mandados de buscas e apreensões contra duas rádios clandestinas que operam em Cuiabá que agiam no envio de mensagens para reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE). As rádios se encontravam em pleno funcionamento no momento do cumprimento dos mandados nesta sexta-feira.

Durante as buscas foram encontrados documentos que comprovam o pagamento mensal dos familiares dos presos para a sustentação das rádios clandestinas para manter a comunicação com os internos.

Entre os materiais apreendidos estão equipamentos eletrônicos como os transmissores da rádio, computadores, acessórios periféricos e aparelhagem de som (mesa de som, microfones, cabo).

Os responsáveis pelas rádios clandestinas serão ouvidos pela força-tarefa nos próximos dias e os equipamentos passarão por perícia da Anatel.

A FTSP-MT é composta pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar e Sistema Penitenciário e tem por objetivo a atuação conjunta e integrada no combate ao crime organizado e facções criminosas no estado de Mato Grosso.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça nega desmembramento e acusado de matar mulher será julgado com demais réus
Próximo artigoNova sinopse de Batman diz que Bruce é um vigilante “desiludido e desesperado”