Racha no DEM

O deputado estadual e atual presidente do DEM em Mato Grosso, Dilmar Dal’Bosco, está contrariado com a nova cúpula do partido e afirmou a interlocutores que não vai ao encontro estadual da sigla na noite desta sexta-feira (23), que terá a presença de líderes políticos nacionais. O motivo alegado é a composição da nova executiva.

Na negociação feita com os novos filiados, Dal’Bosco ficou com o cargo de tesoureiro, enquanto o deputado federal Fabio Garcia ficou com a presidência. Foi acertado também que as três vagas de vice-presidente seriam dos deputados estaduais Mauro Savi e Eduardo Botelho e do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes, todos dissidentes do PSB.

A secretaria-geral ficaria com o ex-deputado Júlio Campos. O ex-senador Jayme Campos e suplente Adriano Silva seriam membros da executiva.

Dal’Bosco não descarta mudar de partido, diante da insatisfação. Ele já foi convidado pelo SD.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm MT, Rodrigo Maia cita proximidade com o agro e defende nova concessão da 163
Próximo artigoSteven Spielberg confirma que sequência de ‘As Aventuras de Tintim’ irá acontecer