R$ 2,3 mi a ex-deputados

Assembleia de MT continua pagando 11 ex-parlamentares

(Foto: Fablício Rodrigues / ALMT)

Ao menos 11 políticos que não fazem mais parte da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) receberam, entre novembro e dezembro de 2019, mais de R$ 2 milhões. A informação foi divulgada pelo jornalista Lázaro Thor Borges, do jornal A Gazeta.

Conforme a reportagem, levantamento em documentos oficiais da Assembleia comprovam o pagamento de cerca de R$ 194 mil para cada um dos ex-deputados, que sequer foram reeleitos no pleito de 2018.

A reportagem ainda destacou que esta não é a primeira vez que a situação acontece. Em março de 2018, o mesmo jornal divulgou que mais de R$ 1 milhão teria sido desembolsado pela ALMT para políticos fora de mandato.

Na época, a justificativa era de que o valor seria referente a 13º salários aos quais os ex-deputados teriam direito. Os valores tinham sido pagos em janeiro e março daquele ano.

Já nesse segundo pagamento, divulgado neste domingo (12), constam como beneficiários os seguintes políticos: Zeca Vianna, Mauro Savi, Adalto de Freitas Filho, Wancley Carvalho, Pedro Satélite, Wagner Ramos, José Joaquim de Souza Filho (Baiano Filho), Saturnino Masson, Gilmar Fabris, Oscar Bezerra e Leonardo Albuquerque.

Este último é, atualmente, deputado federal.

Os dados constam no sistema Fiplan e no Portal da Transparência da Assembleia. Contudo, não estão descritos na folha de pagamento, segundo a reportagem. O jornal também informou que a Assembleia não se manifestou sobre o assunto.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS