“Quem não vota não come”, diz líder do governo na Venezuela

No momento, o governo controla toda a pouca distribuição de comida no país

(Foto: Reprodução/ Redes sociais)

Em um vídeo divulgado pela imprensa venezuelana, o vice-presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV no poder), Diosdado Cabello, avisou que “não há comida para quem não votar” nas eleições legislativas de 6 de dezembro. Ele ainda prometeu uma “lição de soberania” na oposição.

Por suspeitar de possíveis fraudes nas eleições, a oposição venezuelana pediu aos eleitores que boicotassem o pleito, não saindo às ruas para votar.

Em resposta, Diosdado ameaçou a população com mais fome. No momento, o governo controla toda a pouca distribuição de comida no país.

“Tem que ir votar, claro! E quem não vota, não come”, disse o socialista.

Diosdado Cabello é considerado o número dois do Chavismo e uma espécie de líder de governo na ditadura venezuelana. O socialista é apontado por alguns como um possível sucessor de Maduro.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTrês votos pela cassação
Próximo artigo2021: Orçamento de MT pode ter R$ 10 milhões para prevenir incêndios e recuperar o Pantanal