Que diploma é esse? Seduc investiga fraude em certificados apresentados por professores

Profissionais teriam comprado o diploma de cursos que não frequentaram

(Foto: Michel Alvim/Secom-MT)

Professores da rede estadual de ensino teriam comprado certificados de qualificação para conseguir benefícios como a designação de hora/aula e  melhorias salariais em Mato Grosso. O caso está sendo investigado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), após o órgão receber uma  notícia-crime.

Conforme a denúncia, professores teriam adquirido o certificado de qualificação para a inclusão no Processo de Atribuição Simplificada (PAS) deste ano, mesmo sem participar de cursos. 

O PAS é mecanismo da Seduc de seleção de aulas e jornada de trabalho de acordo com a somatória de pontos. Sendo assim, quem comprova mais horas em capacitações, tem mais chances de ser contratado e até mesmo escolher a unidade onde quer atuar.

A secretaria abriu a segunda etapa do PAS nesta sexta-feira (22) para os professores que não conseguiram aulas nas escolas para as quais se inscreveram na primeira etapa. 

Em nota, a secretaria informou que já comunicou autoridades de investigação criminal para analisar a denúncia e avaliar a necessidade de abertura de procedimento. 

“Informamos que todas as providências foram tomadas, para a apuração dos fatos narrados, pelos setores competentes no âmbito da Seduc. [E] considerando que trata-se de uma notícia-crime, também informamos as autoridades criminais”, diz trecho da nota. 

Os certificados são em tese a garantia de qualificação profissional pelas quais os professores passam e a atribuição de aulas ocorre de acordo com a pontuação que cada curso representa na escala competência. 

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça condena homens que venderam respiradores falsos em Rondonópolis
Próximo artigoCuiabá conquista vaga na Série A do Brasileirão