Quatro secretários do ministério de Paulo Guedes pedem demissão; Veja os nomes

Nova demandada do Ministério da Economia acontece depois da nova extensão do auxílio emergencial

(Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)

Após o novo adiamento da data limite do auxílio emergencial, quatros secretários do Ministério da Economia pediram demissão do cargo. O comunicado foi divulgado nessa quinta-feira (21), depois do debate do teto de gastos.

A nova debandada do Ministério da Economia teria acontecido após a insistência do Planalto em aumentar o valor mensal do Auxílio Brasil de 300 para 400 reais.

Essa não é a primeira debandada de membros importantes do ministério, ano passado, o secretário da desburocratização Salim Mattar, um dos principais nomes do governo, também abandonou a pasta.

Veja os secretários que deixaram o governo

Entre os secretários que abandonaram a pasta, estão o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt.

E também a secretária especial adjunta do Tesouro e Orçamento, Gildenora Dantas, e o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araujo, também solicitaram a exoneração.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRumo a Seul: professora de MT representará o Brasil em evento internacional de cooperativismo
Próximo artigoPresidente sanciona lei que aumenta o tolerância sobre excesso de peso nas estradas